Saiba as melhores dicas de gestão para restaurantes!

Mariana Moraes - Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.
Escrito porMariana Moraes

Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.

Saiba quais são as melhores dicas de gestão para restaurantes

A gestão para restaurantes precisa ser feita corretamente, só assim será possível alcançar a lucratividade esperada.

No entanto, gerir um restaurante não é algo fácil, é uma tarefa que requer muita atenção. Por isso, a Saipos preparou este guia com as 7 principais dicas de gestão para restaurantes.

Aqui você encontrará as melhores ações para impulsionar o seu negócio e também truques para economizar tempo e dinheiro. Mas antes de continuar lendo, aperte no banner e baixe agora o e-book "Como tornar meu restaurante mais eficiente", feito pela Saipos!

1. Tenha um plano de negócios

O primeiro passo antes de abrir  um restaurante, é montar um plano de negócios. Isso quer dizer que você precisará destinar um período para levantar informações sobre o projeto em andamento.

Portanto, os dados que você precisa considerar para incluir no seu plano de negócios para restaurante são:

  • Descrição do seu restaurante e o diferencial dele;
  • Metas e objetivos;
  • Descrição do perfil dos empreendedores e dos funcionários;
  • Quais serão os produtos e o conceito do negócio;
  • Público alvo.
  • Localização;
  • Qual será o investimento total.

Lembre-se que o plano de negócios é como um mapa que você deve seguir. Então, sem  ele fica muito mais difícil manter a organização sem se atrapalhar.

 

2. Tenha um controle financeiro sólido

A organização financeira é fundamental na gestão para restaurante, e ela envolve muitos pontos.

Considera-se um negócio organizado nas finanças quando é possível ter um controle de vendas, entradas e saídas, estoque, e tudo que é relacionado perdas e lucros.

Mas, para fazer isso, é possível adotar diferentes modelos de organização, podendo ser através de planilhas excel, sistemas de gestão, ou até mesmo aplicativos para controle de vendas.

Isso ajudará a manter o orçamento sempre em dia e prevenir gastos dispensáveis, evitando os principais problemas financeiros de um restaurante. Sem contar que dessa maneira é mais fácil encontrar problemas e também projetar os gastos e ganhos do seu negócio.

Portanto, para começar a utilizar esse método de cuidado financeiro, comece apostando em planilhas e garanta a organização da sua empresa. 

Não dá para negar que recursos manuais são infinitamente menos eficientes dos que os automatizados, mas é melhor contar com as planilhas do que não ter nenhum controle.

Para ajudar nos seus primeiros passos, a Saipos - Sistema para Restaurantes disponibiliza alguns modelos de planilhas de forma gratuita:

  • Planilha de fluxo de caixa diário
  • Planilha de fluxo de caixa mensal
  • Planilha de controle de estoque
  • Planilha para calcular o custo dos pratos
  • Planilha para cadastro de produtos
  • Modelo de comanda

Aperte no banner e baixe agora a Planilha de Fluxo de Caixa Mensal totalmente grátis!

3. Faça uma boa gestão dos funcionários

A alma do negócio são os seus colaboradores. Eles podem ser a cereja do bolo para a experiência do cliente, ou acabarem com a reputação do seu restaurante, mesmo sem intenção.

Mas então, como evitar problemas nesse sentido? A chave é saber gerenciar a equipe, dar uma remuneração justa e estar sempre disposto a ouvi-los.

Saindo dessa questão, também existe a folha de pagamentos, que precisa de um controle eficiente, já que, dependendo do modelo de contratação, um funcionário pode custar um valor bastante alto.

Por isso, coloque na balança todos os fatores relacionados aos seus custos fixos e variáveis, sempre que tiver a intenção de contratar uma nova pessoa, e tenha uma gestão de restaurantes para funcionários em dia.

4. Mantenha a equipe engajada

Ainda falando em colaboradores, é preciso entender que o pessoal do seu restaurante também precisa passar por um controle.

Mas este não é técnico e muito menos digital, como quando falamos de números. Lidar com pessoas não é tão simples assim, e mesmo que seu negócio seja pequeno, é fundamental manter o engajamento entre a equipe.

Por isso, esforce-se para criar um ambiente de trabalho agradável, pensando sempre em uma remuneração que não seja apenas financeira, mas emocional.

Um bom ambiente de trabalho representa muito mais chances dos colaboradores se sentirem importantes para o negócio, valorizando o trabalho individual e coletivo. Desse modo, todos têm a ganhar, a empresa e o grupo.

5. Mantenha o estoque em dia

Cuidar do estoque é uma das tarefas que mais exige atenção do dono e equipe. Isso porque, com a correria do dia a dia, é comum retirar um produto e esquecer de dar baixa, ou até mesmo, uma perda por avaria.

Mas não se engane, não controlar o estoque corretamente pode causar grandes problemas no orçamento, além de constrangimentos no momento em que o cliente faz um pedido e não há como prepara-lo.

Por isso, a melhor opção é fazer um controle automatizado a partir de ficha técnica. Para isso, você pode usar os dois tipos: gerencial e operacional.

Ficha técnica gerencial 

A ficha técnica gerencial está mais ligada à parte financeira do seu restaurante, e considera questões bem específicas para o seu orçamento:

  • Valor unitário de cada produto;
  • Custo de produção;
  • Custos variáveis,
  • Despesas fixas;
  • Margem de lucro da empresa;
  • Média de consumo.

É impossível gerar relatórios e fazer acompanhamentos financeiros do seu empreendimento sem contar com estes dados, independentemente de fazer isso de forma manual ou automática.

Ficha técnica operacional

A ficha técnica operacional funciona perfeitamente para padronizar os seus pratos.

Imagine como seria desagradável para o seu cliente se, ao pedir um prato, ele recebesse quantidade e acompanhamentos diferentes da última compra.

Situações como essa são comuns, e podem te fazer perder fregueses antigos, já que causa uma imagem não profissional para o seu negócio.

Assim, uma ficha técnica pode garantir que tudo será feito sempre da mesma forma. Por isso, é necessário que estes dados estejam registrados:

  • Medidas dos produtos;
  • Modo de preparo;
  • Tempo de cocção;
  • Harmonizações;
  • Combinações de pratos;
  • Modo de servir.

Para te auxiliar, a Saipos preparou uma Planilha de Controle de Estoque. Aperte no banner e baixe agora!

6. Seja próximo dos seus clientes

Você sabia que com os seus clientes também é necessário manter um relacionamento? Isso quer dizer que você precisa gerar empatia, ser  gentil, caminhar pelo salão de atendimento, perguntar como está a comida.

Quando isso acontece, as pessoas começam a sentir mais confiança em você, e  também a serem mais sinceras quando fizer alguma pergunta.

Desse modo, você conseguirá identificar problemas logo no início, entendendo o que têm desagradado o seu público.

Mas, lembre-se: Nunca trate seu cliente apenas como número. É muito importante que compreender que tudo é feito para ele, e que o restaurante é seu, mas não existe sem clientes.

Nesse sentido, lembre-se de criar campanhas que deixem evidente a sua preocupação com o freguês. Promoções para restaurante, combos e programas de fidelidade são uma ótima opção.

7. Tenha um sistema para restaurante 

Um sistema para restaurante é fundamental para a gestão do seu negócio. Além de todas as facilidades que as automatizações oferecem, ao calcular cardápio de churrasco, você contará com dados precisos.

E o melhor de tudo é que o controle financeiro para restaurantes oferece todos os dados que você necessita no dia a dia do seu empreendimento.

Saipos é a melhor opção em automatizações para o seu negócio, e oferece benefícios incomparáveis:

  • Acerto de entregadores;
  • Lançamentos financeiros;
  • Formas de pagamento;
  • Relatórios diversos.

Além da parte financeira, a Saipos te ajuda em todas as etapas de gestão do seu restaurante ou delivery. Veja algumas funcionalidades do Sistema Saipos:

  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Monitor KDS;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Um sistema de gestão para restaurantes com certeza terá um papel fundamental para o crescimento do seu negócio.

Por isso, não perca tempo e descubra mais vantagens de utilizar o sistema com o melhor custo-benefício do mercado. Aperte no banner e saiba mais!