Confira 10 passos para ter um restaurante vegano!

Mariana Moraes - Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.
Escrito porMariana Moraes

Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.

Restaurante vegano pode ser uma boa ideia de investimento!

Montar um restaurante vegano é algo que a cada dia ganha mais espaço entre os consumidores.

Pode parecer brincadeira, mas estima-se que, apenas no Brasil, 5 milhões de pessoas praticam este estilo vida.

Ser vegano não é apenas não consumir alimentos de origem animal, mas sim viver sem qualquer tipo de objetivo que se utilize desse universo.

E, como existe público para isso, investir em um restaurante vegano é uma boa ideia de negócio.

Embora tenha consumidor para isto, há algumas peculiaridades que precisam ser seguidas para que o seu estabelecimento seja intitulado como vegano.

A Saipos separou as melhores dicas de como abrir um restaurante. Mas antes de continuar lendo, aperte no banner e baixe grátis a planilha para calcular custos de prato, feita pela Saipos e super útil para seu restaurante!

1. Entenda a diferença entre restaurante vegano e vegetariano

Nós já dissemos que um restaurante vegano é uma boa ideia de negócio, mas cuidado para não confundir com culinária vegetariana.

O termo vegano é usado para nomear um estilo de vida que não usa nada de origem animal ou que foi testado em animais.

Já o vegetariano apenas descarta a carne– de qualquer tipo e jeito– do cardápio. Esta é a grande diferença entre os termos.

Isso não quer dizer que você deve excluir o público que não é vegano. Pelo contrário, crie estratégias para incluí-los.

Inclusive, é possível abrir um restaurante natural, que adota os dois tipos de pratos, vegetarianos e veganos. 

2. Seja sustentável

Várias pessoas se tornam veganas por questões de saúde e por se preocuparem com a sustentabilidade.

Por não ter nenhum contato animal, o veganismo não agride a natureza. Desta forma, é essencial que o seu restaurante faça parte dessa causa.

Além disso, um restaurante gera muito lixo, consome bastante água e eletricidade. Desenvolva maneiras de reduzir esses consumos.

Use estratégias inteligentes que não prejudiquem a natureza. Certamente, práticas assim irão atrair mais o público e ainda diminuir custos e aumentar a rentabilidade do local.

3. Ofereça delivery

Veganos também querem comer no conforto de casa! Seja por opção ou por falta de tempo, o seu público alvo vai se interessar por delivery, principalmente porque existem poucos restaurantes nesta modalidade para o segmento.

É por isso que serviços assim são importantes em um restaurante vegano. Irá contribuir para o lado financeira e ainda conquistar mais olhares.

Você vai precisar gastar dinheiro com estrutura, motoboys e embalagens, mas, se fizer da maneira correta, terá bons ganhos.

 

 

4. Não limite seu posicionamento

A quantidade de simpatizantes do veganismo também está em alta. Existe um grupo bastante significativo de pessoas que buscam diminuir o consumo de alimentos de origem animal.

Dessa forma, lembre-se de explorar esse nicho também. Busque explicar conceitos e os valores do seu restaurante.

Caso você já tenha um empreendimento, faça pequenas inovações no cardápio. Adicione opções veganas e veja o resultado desta ação.

Dessa forma, você já tem uma base para analisar como é aceitação para este tipo de comida, o que evita se jogar em um projeto que pode ter pouca procura na sua região.

5. Seja mais do que um restaurante vegano

Além dos legumes, é muito difícil ir a um mercado comum e encontrar produtos que são realmente veganos ou vegetarianos.

Todavia, por estar cada vez mais em ascensão, existem produtos e procura por alimentos desse tipo.

Tendo em vista este raciocino, seu restaurante vegano pode ter uma loja com venda visando a alimentação orgânica.

É mais uma maneira de aumentar o faturamento sem fazer um investimento tão alto assim. Dessa forma, você mesmo pode focar em produzir vários alimentos que podem ser vendidos diretamente para o cliente.

Inclusive, vários restaurantes com essa pegada mais natural optam por um espaço de atendimento próximo a natureza. Nos fundos do local, por exemplo, além de valorizar o ar livre, você pode criar uma horta ou pomar.

Os alimentos podem ser vendidos para quem frequenta o restaurante, e colhidos por eles mesmos.

6. Tenha um plano de negócio

Não é porque o mercado vegano está em constante crescimento que você deve investir muito dinheiro em tudo. Tenha calma.

A concorrência pequena não significa que o negócio será um sucesso logo de cara. Por isso, é necessário estar sempre atento às finanças e todos os aspectos que gerem gastos para o seu novo estabelecimento.

Com a baixa quantidade de locais especializados faz com que os veganos sejam fiéis. Por isso, é bom que você tenha um bom plano de negócio para restaurante com foco em fidelização. Invista em programas de fidelidade, brindes e atendimento especializado.

7. Monte um cardápio vegano atrativo

Quem está querendo montar um restaurante vegano, deve saber como elaborar um bom cardápio. A culinária vegana visa não consumir ou preparar nada de origem animal.

Então, para saber como montar um cardápio vegano, você deve prezar por alternativas que substituem comidas não veganas.

A dica é não deixar de colocar receitas gostosas e tradicionais no seu cardápio, só porque não pensou em uma opção vegana.

Este mercado está em alta hoje em dia e é possível encontrar opções como: queijo vegano, almôndegas e até salsichas veganas.

Adapte o que você conhece com o veganismo. Use a sua imaginação para montar um cardápio vegano saboroso e inovador. 

Aposte frutas orgânicas, grãos, sementes, legumes e verduras de formas, sem deixar de lado os alimentos pouco conhecidos, mas que com preparo e tempero extra, podem criar sabores parecidos com produtos tradicionais e muito usados.

O leite condensado, o creme de leite e carne são exemplos de alimento base, presentes em um grande número de pratos, e por isso, precisam ser "imitados" a partir de outros ingredientes. O segredo é substituir da forma mais fiel possível, e trazer inovação.

Sabia que a Saipos tem um guia perfeito sobre como montar um cardápio? E o melhor é que ele é grátis. Aperte no banner e baixe agora!

Sugestões de cardápio para restaurante vegano

Para montar um cardápio vegano, você precisa conhecer alguns ingredientes e pesquisar alternativas para produzir bons pratos.

Não é porquê o restaurante é vegano que você pode servir pratos sem graça e sem sabor. Saiba que tem como montar um cardápio com hambúrgueres, massas e até brigadeiro vegano. Tudo com muita criatividade e sabor!

Confira algumas dicas de pratos veganos e deliciosos para inserir no seu cardápio vegano!

  • Hambúrguer vegano (de soja, lentilha ou ervilha);
  • Churrasco vegano (carne de soja e legumes defumados);
  • Macarrão com almôndegas (de carne de soja);
  • Pizza (pode ser feita com massa de batata doce);
  • Brigadeiro;
  • Pães veganos;
  • Cheesecake de morango e doces variados com base de frutas e amêndoas.

8. Faça uma boa divulgação

Como você terá um público bem segmentado, é mais fácil direcionar o conteúdo de divulgação do seu restaurante vegano.

Entretanto, não esqueça da importância de adquirir novos consumidores para aumentar a lucratividade do seu negócio.

Uma das maneiras de divulgar o seu estabelecimento é falando sobre os benefícios para a saúde que a alimentação vegana pode trazer.

  • Auxilia no emagrecimento
  • Menor possibilidade de ter doenças crônicas
  • Ajuda o sistema digestivo

Quais são as estratégias de divulgação de um restaurante vegano?

O marketing do seu empreendimento é essencial para a lucratividade. Por isso, retomamos o assunto da divulgação.

Portanto, vamos dar algumas dicas para que o seu negócio cresça:

Marque presença nas redes sociais

O Instagram é uma ótima mídia social para esse modelo gastronômico. Publique fotos dos seus pratos, elas chamam a atenção e podem conquistar o seu público.

Além do mais, é possível utilizar as redes como uma das maneiras de apresentar o seu cardápio do dia. Será um canal de contato com o seu cliente.

Aproveite os stories para potencializar o relacionamento com os usuários da rede, e não deixe de lado as enquetes e perguntas, que ajudam a identificar o que a sua persona está buscando.

É muito importante interagir com o público que segue o seu perfil nas redes sociais, e fundamental mostrar algum retorno a quem aprecia as suas postagens.

A Saipos preparou um e-book com 5 dicas incríveis para divulgar  o seu restaurante vegano e aumentar suas vendas. Aperte no banner e baixe grátis agora mesmo!

Fortaleça sua identidade visual 

Por ser um nicho muito específico, é mais fácil de identificar qual é o público-alvo que você atenderá. Dessa forma, construir a identidade da marca fica mais fácil.

Por isso, com a finalização desse processo de estruturação visual do seu estabelecimento, passe a utilizar muito esse conteúdo nas redes sociais e nos panfletos de promoção.

Fazer a divulgação do seu negócio de comida vegana através dos seus entregadores também é uma boa estratégia para mostrar os seus serviços.  

Fidelize o cliente  

Para fidelizar o consumidor, desenvolva um plano fidelidade e ofereça cupons de descontos.

Você pode entregar um cartão de pontos, onde ao final de um certo número de pedidos o cliente ganha o direito a uma refeição grátis, por exemplo. Há outras maneiras de conseguir a fidelização de quem consome seus pratos. 

Dessa forma, uma delas é distribuindo cupom de desconto no seu site, nas suas redes sociais ou pessoalmente, através das entregas.

9. Tenha bons equipamentos

A estrutura de um restaurante vegano é simples. Muitos proprietários, no início, utilizam até a cozinha de suas residências quando optam pela versão delivery.

Contudo, se o empreendedor realmente utilizar sua casa, é preciso separar a sua área de trabalho, do contexto particular. Misturar o pessoal com o profissional pode atrapalhar.  

Para mais, você vai necessitar de alguns itens, que não costumam estar em uma cozinha residencial.

Dessa forma, confira quais são os equipamentos indicados para o seu restaurante vegano:

  • Fogão industrial (seis bocas);
  • Freezer horizontal;
  • Multiprocessador de alimentos;
  • Cortador de frios;
  • Extrator de sucos industrial;
  • Forno de microondas;
  • Liquidificador industrial;
  • Geladeira;
  • Marmiteiro.

10. Tenha um sistema completo para seu restaurante vegano

Se você pretende abrir um restaurante vegano, a melhor opção é contar com um Sistema para Restaurante como o da SAIPOS.

Com ele, você tem automatizações em todas as etapas dos processos, e visualiza os resultados com clareza, através de relatórios que abrangem diversos dados.

Veja alguns dos benefícios do Sistema Saipos:

  • Controle financeiro a partir da ficha técnica;
  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para DeliveryBalcãoMesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Um sistema de gestão para seu restaurante vegano, com certeza, terá um papel fundamental para o crescimento do seu negócio.

Por isso, não perca tempo e descubra mais vantagens de utilizar o sistema com o melhor custo benefício do mercado. Aperte no banner e saiba mais!