🍕 MÊS DA PIZZARIA INTELIGENTE • Dono de pizzaria, ganhe um kit de conteúdo e desconto exclusivo. EU QUERO!

🍕 MÊS DA PIZZARIA INTELIGENTE • Dono de pizzaria, ganhe um kit de conteúdo e desconto exclusivo. EU QUERO!

Pastelaria: o que preciso saber antes de abrir?

Pastelaria: como abrir uma do zero?

Abrir uma pastelaria é uma ótima opção para quem deseja empreender na área da gastronomia. Afinal, o pastel é um produto de baixo custo, rápido consumo e grande apreço popular. 

Além disso, existem diversos motivos que tornam esse tipo de comércio tão atrativo e lucrativo, entre eles:

  • Baixo investimento inicial; 
  • Preparo simples;
  • Equipamentos baratos;
  • Cardápios variados;

De acordo com Associação Brasileira de Indústria de Alimentos (ABIA), o setor de alimentação fora do lar tem crescido a uma média anual de 14,2% e, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), representa 25% dos gastos da população com alimentos. 

Mas não vamos mentir para você! O fato do mercado estar em alta não significa que você terá sucesso nele.

Afinal, a concorrência nesse setor é extremamente agressiva. E para, de fato, abrir um estabelecimento de sucesso, você precisará encontrar os melhores caminhos para se destacar em meio a esse mercado competitivo. 

Pensando nisso, preparamos uma lista com 10 dicas sobre tudo o que você precisa saber para abrir uma pastelaria de sucesso do zero.

  1. O que é preciso para abrir uma pastelaria?
  2. Qual o lucro de uma pastelaria?
  3. Como precificar o seu produto?
  4. Como escolher o local?
  5. Como escolher o fornecedor?
  6. Aposte nos diferentes tipos e sabores de pastel;
  7. Quais acompanhamentos vender junto ao pastel?
  8. Como se diferenciar da concorrência?
  9. Como divulgar sua pastelaria?
  10. Utilize o Sistema para Delivery da Saipos.

Mas antes, aperte no banner e baixe gratuitamente a planilha de controle de estoque, para melhor gerir o seu negócio.

BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
Tenha controle sobre seus produtos de forma automatizada e saiba fazer o gerenciamento de compras e fornecedores.
BAIXE AGORA

1. O que é preciso para abrir uma pastelaria?

Antes de abrir qualquer tipo de negócio, a primeira coisa que você precisa fazer é planejar. 

Afinal, é preciso conhecer a fundo o mercado em que você está ingressando e definir diversas outras questões essenciais para o sucesso, ou não, do seu negócio, como por exemplo: 

  • Público-alvo;
  • Concorrência;
  • Fornecedores;
  • Planejamento financeiro e operacional;
  • Escolha de produtos e serviços a serem oferecidos.

Para facilitar a sua vida, deixaremos um material completo sobre como fazer um plano de negócios para restaurante. 

Documentação necessária 

Após estruturar toda essa etapa de planejamento, você precisa considerar a documentação necessária para a abertura e regulamentação do seu negócio. Resumidamente, você precisará:

  • Abrir um CNPJ;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda; 
  • Alvará de Funcionamento;
  • Registro na Junta Comercial;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS).

ATENÇÃO: O local, exigências e prazos para tirar cada uma dessas licenças pode variar conforme a prefeitura de cada cidade, por isso busque se informar corretamente para evitar problemas futuros.

Estrutura e equipamentos necessários

Após regulamentar toda a parte burocrática do negócio, chegou o momento de levar em consideração todo o investimento relacionado à estrutura e equipamentos necessários para o funcionamento da sua pastelaria. Com relação à estrutura, você precisará de:

  • Área de produção (cozinha);
  • Espaço para armazenamento dos produtos;
  • Recepção;
  • Caixas;
  • Espaço destinado para consumo dos produtos (mesas, cadeiras e/ou bancadas);
  • Sanitários.

Dica da Saipos: É importante que a área de produção, onde você fritará os pastéis, fique em um local onde os clientes consigam ver. Pois, assim, você estará provando a eles que o produto é fresco e está sendo produzido com a higienização necessária. 

Mas uma pastelaria não vende apenas pastéis! Você pode (e deve!) investir na venda de sucos, vitaminas, caldo de cana, salgados e diversos outros tipos de produtos. Para isso, você precisará dos seguintes equipamentos:

  • Freezer para armazenagem dos produtos;
  • Geladeira;
  • Batedeira;
  • Fogão Industrial;
  • Fritadeiras;
  • Bancada para o preparo das massas;
  • Estufas;
  • Cilindro de massas; 
  • Utensílios de cozinha;
  • Balcão refrigerado;
  • Liquidificador industrial;
  • Escorredor;
  • Processador de alimentos;
  • Sistema exaustor;
  • Embalagens;
  • Descartáveis (copos plásticos, guardanapos e filtros de papel);
  • Caixa registradora;
  • Balanças eletrônicas;
  • Computadores e impressoras.

Mão de obra necessária

A quantidade de funcionários necessária para o funcionamento de uma pastelaria varia de acordo com uma série de fatores, como o porte do negócio, fluxo de clientes, localização e horários de funcionamento. 

O investimento para contratar esses profissionais também poderá variar conforme as necessidades do seu negócio, tempo de experiência, qualidade do serviço ofertado e diversas outras questões.

Para exemplificar essa questão, vamos considerar os funcionários e investimentos necessários para o funcionamento de uma pastelaria de médio porte.

Funcionários 

Investimento necessário (valores aproximados com base na média salarial)

1 pasteleiro

Entre R$ 1500,00 e R$ 2400,00 mensais

1 auxiliar de pasteleiro

Entre R$ 1400,00 e R$ 2300,00 mensais

1 operador de caixa

Entre R$ 1300,00 e R$ 2000,00 mensais

1 auxiliar de limpeza

Entre R$ 1000,00 e R$ 1300,00 mensais

Total

Entre R$ 5200,00 e R$ 8000,00 mensais

Atenção: Por questões legais, você precisará considerar o rodízio de horários e folgas desses funcionários. Sendo assim, é essencial investir na contratação de, ao menos, 2 profissionais por função. 

A maioria das pastelarias, principalmente as de pequeno porte, adotam um sistema mais prático, no qual os próprios clientes pegam os produtos e consomem, sem a necessidade de um garçom. 

No entanto, caso queira oferecer mais comodidade aos clientes, você pode investir nesse tipo de profissional e atender as pessoas diretamente nas mesas, como acontece nos restaurantes.

Para contratar um garçom para a sua pastelaria, você precisará investir entre R$ 1200,00 a R$ 1700,00 mensais. 

Investimento total necessário: Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o investimento inicial para abrir uma pastelaria é de cerca de R$30 mil. 

No entanto, esse valor é apenas uma referência e pode variar conforme a localização, qualidade dos equipamentos, quantidade de funcionários, entre outras questões. 

2. Qual o lucro de uma pastelaria?

O lucro de uma pastelaria também é algo variável e irá depender diretamente de alguns pontos, como, por exemplo:

  • Custos de produção;
  • Despesas fixas e variáveis;
  • Valores praticados;
  • Entre outros.

É importante que você saiba que o faturamento não determina o lucro do seu negócio. É melhor ter um faturamento baixo e um lucro alto, do que o contrário.

Para que você entenda melhor essa situação, imagine que sua empresa fatura R$ 100 mil e tenha uma margem de lucro de 10%. Nessa situação, você obterá um lucro de R$ 10 mil por mês. 

Agora imagine esse mesmo negócio faturando R$ 60 mil mensais, mas com um lucro de 20%. Ao final do mês, você lucrará R$ 2 mil a mais do que na primeira situação, mesmo com um faturamento menor. 

3. Como precificar o seu produto?

Para precificar os seus pastéis, você precisa:

  • Descobrir a média de preços praticadas pela concorrência;
  • Considerar gastos diretos e indiretos para a produção dos seus pastéis;
  • Estipular um preço;

O grande segredo é encontrar o equilíbrio e cobrar um valor que te permita obter uma boa lucratividade e, ao mesmo tempo, seja justo e acessível para os clientes.  

Clique no banner abaixo, baixe gratuitamente nossa planilha para calcular o preço dos pratos e torne o processo de precificação dos seus produtos mais simples e fácil!

4. Como escolher o local?

A localização é um fator determinante para o sucesso ou não do seu negócio. Por isso, é essencial que você encontre um ponto de fácil acesso e onde haja um bom fluxo de pessoas.  

Geralmente, os melhores locais para se abrir uma pastelaria são as regiões centrais da cidade, ou em espaços próximos a universidades, terminais de ônibus, estações de metrô, centros empresariais e calçadões. 

Mas cuidado! Não adianta estourar o seu orçamento para pegar o melhor ponto da cidade. Isso só irá afetar negativamente a saúde financeira e a sustentabilidade do seu negócio. 

O ideal é pesquisar bastante, analisar cuidadosamente o custo-benefício e só então escolher o melhor local para abrir sua pastelaria. 

5. Como escolher o fornecedor?

Não tenha medo de investir em um bom fornecedor! Afinal, esse é um fator que afetará diretamente na qualidade final e nas vendas do seu produto. 

Economizar a todo custo nessa etapa, pode resultar em um produto pouco atrativo e de baixa qualidade, o que certamente afetará negativamente as vendas. 

Por isso, ao contratar um fornecedor, você precisa considerar:

  • Preços competitivos;
  • Reputação no mercado;
  • Qualidade dos produtos;
  • Prazos de entrega satisfatórios;
  • Garantia dos produtos.

6. Aposte nos diferentes tipos e sabores de pastel

Saia do tradicional! Existem diversos sabores e até mesmo diferentes tipos de preparação que podem ajudar a destacar o seu negócio em meio a concorrência. 

Sabemos que são muitas as opções e, para facilitar sua vida, preparamos uma lista com algumas ideias de sabores de pastel que você pode apostar no seu negócio. 

Mas antes de definir esses sabores, é preciso saber como fazer um pastel. Por isso, deixaremos a seguir uma receita muito utilizada nas pastelarias brasileiras. 

Receita de Massa de Pastel

Ingredientes

Modo de preparo

3 xícaras de farinha de trigo

1 - Despeje a farinha em uma vasilha;

2 colheres de óleo ou azeite

2- Aos poucos, vá adicionando a água morna e o óleo. E não se esqueça de ir sempre mexendo;

1 copo de água morna (aproximadamente 250ml)

3 - Sove a massa até perceber que ela esteja bem homogênea;

Sal a gosto

4- Deixe a massa descansando por cerca de 30 minutos;

5- Abra essa massa com um rolo de macarrão ou cilindro;

6- Coloque na sua massa o recheio de sua escolha; 

7- Frite em gordura bem quente; 

 

Agora que você já sabe como fazer a massa do seu pastel, chegou a hora de conhecer algumas combinações de recheios que podem encantar os clientes.

Recheio para pastel frito “tradicional”

Os pastéis tradicionais, também conhecidos como “pastel de feira” ou “pastel de vento”, são os mais procurados pelo público e uma ótima pedida para aqueles clientes que não abrem mão do clássico. 

Para se diferenciar da concorrência, você pode acrescentar alguns ingredientes como catupiry, cheddar, palmito, azeitona, ovo, calabresa e caprichar no recheio. Abaixo, deixamos uma lista com possíveis combinações.

  • Pastel de frango com catupiry;
  • Pastel de frango com cheddar; 
  • Pastel de carne com bacon;
  • Pastel de carne com milho;
  • Pastel de carne com ovo cozido;
  • Pastel de queijo com calabresa;
  • Pastel de palmito.

 

 

No entanto, não se limite apenas a essas opções. Utilize sua criatividade! 

Dica da Saipos: Questione os seus clientes sobre o que gostariam de consumir. Afinal, quem melhor do que eles para sugerir novos sabores?! Ao fazer isso você estará aumentando as opções do seu cardápio e produzindo um produto personalizado!

Recheio para Pastel Doce 

Essa é uma ótima maneira de diversificar o seu cardápio de pastel e dar opções de sobremesa aos clientes . Existem diversos sabores em que você pode apostar, entre eles:

  • Pastel de banana;
  • Pastel de chocolate;
  • Pastel de doce de leite;
  • Pastel de doce de leite com paçoca; 
  • Pastel de leite condensado.

Novamente, a dica é não se prender às sugestões que colocamos aqui, e usar a sua criatividade para encontrar novas opções e combinações de sabores.  

Recheio para Pastel “Gourmet”

Você também pode optar por fornecer sabores de pastéis feitos com ingredientes considerados mais nobres. Como, por exemplo:

  • Pastel de camarão;
  • Pastel de alho-poró;
  • Pastel de carne seca;
  • Pastel de champignon; 
  • Pastel de linguiça; 
  • Pastel de cogumelos.

Recheio para Pastel com sabores regionais

Uma dica muito interessante é apostar nos sabores regionais. Você pode tanto apostar em combinações existentes, quanto usar sua criatividade para criar novas opções, utilizando dos alimentos mais consumidos naquela região. Como, por exemplo:

Norte

Nordeste

Sul 

Sudeste

Centro-oeste

Pastel de tacacá: (recheio de jambú e camarão a gosto)

Pastel de vatapá: (recheio de camarão, cebola, azeite de dendê, cebola e pimenta do reino)

Pastel de costela assada: (recheio de costela)

Pastel Romeu e Julieta: (recheio de queijo com goiabada);

Pastel de caribó: (recheio de frango desfiado com purê de mandioca ou molho branco);

Pastel assado / pastel de forno

Uma ótima opção para aqueles clientes que não gostam ou querem evitar frituras. Você pode optar por comercializar os sabores de carne, queijo, frango, calabresa, entre outros. 

E é claro que também deixaremos aquela receita para te ajudar a fazer um delicioso pastel assado. 

Receita de pastel assado / pastel de forno

Ingredientes

Modo de preparo

2 xícaras de farinha de trigo

1 - Misture a farinha, o fermento e o sal;

1 colher de café de fermento químico

2- Acrescente o restante dos ingredientes, com exceção da gema de ovo, até formar uma massa homogênea;

Sal a gosto

3- Abra a massa, recheie a gosto e feche apertando as beiradas com um garfo;

3 colheres de sopa (rasa) de manteiga

4- Pincele os pastéis com a gema de ovo;

½ de lata de creme de leite (sem o soro)

5- Leve para assar no forno a 180º por cerca de 30 minutos (ou até dourar);

1 gema de ovo

6- Deixe a massa por cerca de 30 minutos na geladeira para ela ficar mais crocante.

Recheio a gosto

7- Consuma!

Dica da Saipos: O mini pastel é um produto muito procurado para festas e eventos corporativos. Por isso, não deixe de oferecer essa opção para os seus clientes! A preparação é a mesma de um pastel frito, sendo preciso modificar apenas as proporções.

7. Quais acompanhamentos vender junto ao pastel?

É muito importante que você ofereça a seus clientes acompanhamentos que complementam ou realçam o sabor do seu produto.

Mas não vá pensando que essas combinações ficam por conta apenas das bebidas, como sucos, refrigerantes e caldo de cana! 

Existem diversos molhos e demais acompanhamentos que casam muito bem com os pastéis. São eles:

  • Molho de pimenta;
  • Molho de mostarda e mel;
  • Barbecue;
  • Ketchup;
  • Maionese;
  • Molho verde;
  • Molho de ervas finas;
  • Molho rosé;
  • Molho de vinagrete;
  • Patê.

8. Como se diferenciar da concorrência?

Existem diversas maneiras de se destacar em meio a concorrência, a melhor delas é estudar a fundo e entender as necessidades dos clientes, para então oferecer o produto o mais personalizado possível. 

Outra forma de se diferenciar, é analisar as tendências do mercado e implementar no seu negócio, como, por exemplo:

  • Trabalhar com produtos veganos;
  • Optar por embalagens e sistema de delivery sustentável;
  • Adaptar seus produtos ou criar opções que se encaixem na culinária local.

Lembre-se que o pastel é um alimento que é geralmente consumido com praticidade e rapidez. Por isso, ser ágil na preparação e entrega dos seus produtos também pode ser um grande diferencial.

9. Como divulgar a sua pastelaria?

Outro fator determinante para o sucesso ou não do seu negócio é a divulgação. Por isso, é extremamente importante que você não poupe recursos e esforços nessa etapa. 

Mas não vá pensando que divulgação se resume administrar suas redes sociais e sair postando seus produtos! 

Para atrair o público é preciso: 

  • Caprichar nas fotos dos seus produtos;
  • Criar um relacionamento com os clientes nas redes sociais;
  • Criar promoções e elaborar estratégias para datas comemorativas (cupons de desconto podem ser uma ótima ideia);
  • Programas de fidelidade;
  • Permitir variadas formas de pagamento.
  • Investir em novas tecnologias e automatização de serviços;

10. Utilize o Sistema para Pastelaria da Saipos

O Sistema para Pastelaria da Saipos foi pensado exclusivamente para você, que lida com a correria do dia-a-dia de uma pastelaria. 

O nosso software ajuda a tornar a gestão do seu negócio mais simples, ágil e inteligente. E, além disso, conta com a capacidade de integrar sua pastelaria com o maior número de aplicativos de delivery existentes no mercado. 

Mas os benefícios não param por aí! Outras vantagens de utilizar o Sistema da Saipos são:

  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Controle de estoque e vendas para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;

E você ainda pode ter acesso a uma demonstração gratuita dessas e de todas as nossas outras funcionalidades!

Clique no banner abaixo para conhecer mais sobre o sistema e falar com um de nossos consultores.

Sistema para Restaurante Saipos
Sistema para Restaurante Saipos
Faça gestão de todos os setores do seu restaurante com apenas um clique. Não perca tempo, nem dinheiro.
QUERO SABER MAIS
Alexandre Leite - Redator SEO do time de conteúdo da Saipos
Escrito porAlexandre Leite

Redator SEO do time de conteúdo da Saipos

O melhor Sistema para Pastelaria