Controle de qualidade de alimentos em restaurantes: o que é e como fazer?

O que é controle de qualidade de alimentos em restaurantes?

Saber fazer o controle de qualidade de alimentos em restaurantes é essencial tanto para oferecer um bom prato aos clientes quanto para escapar de problemas com a vigilância sanitária.

Essa prática consiste em uma sequência de procedimentos que tem como objetivo identificar e garantir a qualidade dos ingredientes que você compra para o seu estabelecimento.

São diversas etapas que analisam desde a quantidade de nutrientes ou de conservantes que um alimento tem até a aparência final do insumo.

No entanto, a realização desse controle é muito negligenciada por alguns donos de restaurante, apesar de ser muito importante.

Pensando nisso, a Saipos preparou este artigo para te explicar tudo sobre esta prática. Confira os tópicos que serão abordados no texto:

Antes de começarmos com o conteúdo, saiba a melhor maneira de conservar os alimentos em restaurantes, lendo o nosso ebook gratuito!

Para acessá-lo, basta apertar no banner abaixo.

Como é feito o controle de qualidade dos alimentos?

O controle de qualidade de alimentos é feito através de diversas observações e análises dos ingredientes que são comprados para o restaurante.

A partir delas, dois detalhes principais devem ser observados: a saúde do consumidor e a padronização.

Saúde do consumidor

A saúde do consumidor deve ser, sem dúvida alguma, o principal ponto de preocupação de um restaurante. Em hipótese alguma um produto que possa apresentar algum risco ao cliente deve ser oferecido. 

Para evitar isso, é importante analisar diversos fatores, como a quantidade de conservante presente no alimento, se há alguma parte estragada, entre outras. 

Padronização

Já a padronização trata sobre a manutenção da qualidade para todos os pratos. Serve para garantir que o consumidor tenha vontade de continuar comprando, uma vez que o produto sempre é igual, sem grandes variações. 

Também tem grande importância no controle de estoque, já que a quantidade utilizada nos pratos será sempre a mesma.

Quais são os procedimentos de controle de qualidade?

Observando esses dois fatores, é possível definir quatro procedimentos essenciais para garantir o controle de qualidade e conservação dos alimentos. São eles:

  • Crie padrões para todas as etapas;
  • Saiba escolher os seus fornecedores;
  • Estude sobre as normas sanitárias;
  • Realize uma monitoração constante.

1. Crie padrões para todas as etapas

É extremamente importante padronizar todas as etapas da produção e da manipulação do alimento

Assim, você garante que tudo será feito da maneira correta, diminuindo consideravelmente as chances de erros

É necessário que todos os funcionários estejam por dentro dos padrões. Para isso, o ideal é realizar uma capacitação com todos que trabalham no restaurante, ensinando-os sobre os processos.

Além disso, é interessante deixar o documento com as informações escritas com acesso livre aos trabalhadores do estabelecimento, para que possam consultar sempre que tiverem dúvidas. 

Por fim, é essencial que esse documento seja revisado frequentemente, para verificar se está tudo atualizado de acordo com as normas sanitárias. 

Caso não estejam, não exite em mudá-los. No entanto, ao fazer isso, todos os funcionários precisam ser informados. Isso evita que cometam erros que já foram revisados. 

2. Saiba escolher os seus fornecedores

Saber escolher os fornecedores é essencial para o controle de qualidade de alimentos em restaurantes.

Isso porque são eles que, muitas vezes, cuidam de todo o processo de pré-produção do alimento, seja na colheita de uma verdura ou no abate de algum animal.

Por não ser possível monitorar essas etapas, é preciso ter a certeza que o fornecedor faz tudo de acordo com as normas de higiene. Caso contrário, é possível comprar um alimento já contaminado, comprometendo o seu estoque.

Uma boa maneira de conferir se o produto é confiável é lendo as informações disponíveis na embalagem

Lá é possível analisar os nutrientes presentes no ingrediente, a quantidade de conservante utilizada, além da origem do item.

Outro detalhe interessante a se observar é se o produto não explora animais. Claro, não é um fato essencial para a saúde do cliente, mas é interessante e certamente aumenta a qualidade final do prato. 

3. Estude sobre as normas sanitárias

Estudar sobre as normas sanitárias é extremamente importante por dois fatores. 

O primeiro é para saber identificar quaisquer problemas que o seu restaurante possa possuir. 

Assim, você consegue corrigir antes da situação ficar grave ou antes da vigilância sanitária fazer uma fiscalização no seu estabelecimento.

Outro fator é poder identificar facilmente se o produto está dentro da norma ou se causará algum problema logo após a compra.

Assim, você evita gastar dinheiro atoa com produtos que provavelmente não poderão ser utilizados.

4. Realize uma monitoração constante

Apesar de toda a padronização, é extremamente importante realizar uma monitoração constante em todos os produtos comprados pelo restaurante.

Por mais que o fornecedor seja muito confiável e que você siga todos os processos para garantir que esteja dentro das normas sanitárias, é possível que um ou outro ingrediente chegue estragado ao seu estabelecimento.

Caso não seja realizada a verificação, ele pode ser servido a algum cliente, causando uma possível infecção alimentar. 

Isso pode causar diversos problemas, tanto para o consumidor quanto para o restaurante, que pode ser processado, além de ser julgado pela vigilância sanitária.

Portanto, é essencial analisar todos os ingredientes, verificar quais estão próprios para uso e remover aqueles que não estão. Fazendo isso, as chances de alimentos contaminados serem servidos caem drasticamente. 

Quais ferramentas de controle de qualidade de alimentos?

Padrão de controle

Como funciona

ISO 22000

Esse padrão garante que a produção, principalmente em relação à segurança alimentar, seja feita da melhor maneira possível. 

Allergie, Haut, Ashtma (AHA)

Ao seguir as orientações do AHA, você garante que o seu produto não causará ao cliente nenhum problema com pele, alergia e nem asma. Além disso, auxilia no processo de trabalho com os ingredientes que possuem esse selo.

British Retail Consortium (BRC)

Essa certificação é voltada para restaurantes que trabalham com processamento de alimentos. Seguindo-a, você garante segurança e qualidade nos ingredientes. 

International Featured Standard (IFS)

Essas normas dizem respeito a realização correta da distribuição, embalo e armazenamento dos produtos.

Safe Quality Food (SQF)

Seguindo o SQF, seus produtos estarão sendo manipulados de acordo com um controle de qualidade rígido e que garante a segurança desde a produção até a distribuição.

Como garantir o controle de qualidade de alimentos em restaurantes?

Apesar de todos esses processos, a tarefa de garantir que o controle de qualidade de alimentos em restaurantes seja mantido não é fácil.

Para isso, o ideal é que, caso você tenha condições, se contrate um profissional da área para gerenciar essa parte.

Isso porque as normas sanitárias são alteradas constantemente e pode ser um pouco difícil acompanhá-las com todas as outras tarefas desempenhadas por um gestor de restaurante.

Assim, é mais fácil ter uma pessoa específica para ter certeza que os seus pratos saiam sempre com qualidade.

Automatize o seu restaurante com o sistema de gestão da Saipos

Agora que você já sabe como fazer o controle de qualidade de alimentos em restaurantes, é hora de saber como ter um estabelecimento de sucesso. 

Para isso, é preciso ter domínio completo de toda a administração antes de colocar seu prato à venda.

A melhor forma de atingir o patamar mais alto do mercado é com uma boa gestão. Para isso, a alternativa ideal é se tornar um parceiro Saipos!

O nosso software de gestão, além de cuidar da parte financeira com excelência, ainda é responsável por automatizar várias outras áreas administrativas do seu negócio.

Com isso, toda a produtividade do restaurante aumenta, com uma administração otimizada, ágil e eficiente

Confira algumas das funcionalidades do nosso software:

  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Tenho certeza que ficou interessado! Para saber mais, aperte no banner abaixo!

Sistema para Restaurante Saipos
Sistema para Restaurante Saipos
Faça gestão de todos os setores do seu restaurante com apenas um clique. Não perca tempo, nem dinheiro.
QUERO SABER MAIS
Daniel Pires Junqueira  - Redator SEO do time de conteúdo da Saipos
Escrito porDaniel Pires Junqueira

Redator SEO do time de conteúdo da Saipos

Saiba como conservar seus alimentos