Como funciona o Lucro de uma Franquia?

Tainara Braga - Graduanda de Jornalismo, Analista de Marketing e Redatora SEO.
Escrito porTainara Braga

Graduanda de Jornalismo, Analista de Marketing e Redatora SEO.

Como funciona o lucro de uma franquia?

Muitos empreendedores têm dificuldade de entender como funciona o lucro de uma franquia.  Isso acaba impedindo que façam investimentos em restaurantes que poderiam oferecer um faturamento alto.

Uma pergunta frequente é se vale a pena apostar em abrir uma franquia, questionamento que acaba causando muita insegurança em donos de restaurantes ou interessados em migrar para o modelo de franquias.

Por isso, a Saipos entende que essa questão é complexa e representa muitas dúvidas. Por isso, criamos um conteúdo para esclarecer de forma simples e objetiva tudo que envolve a parte financeira de franquias de restaurantes.

Mas, antes de continuar lendo, aproveite para fazer o download de um dos nossos materiais, a Planilha de Controle de Vendas. Aperte no banner e baixe grátis!

Como vou receber os lucros da minha franquia?

Para entender como funciona o lucro de uma franquia, é necessário fazer os cálculos da mesma forma que se calcula o rendimento de um restaurante tradicional. 

É preciso excluir todos os custos e despesas com a produção para entender o percentual de proventos mensais com a sua loja.

A diferença é que, além de subtrair esses valores, é necessário considerar outras taxas que existem no modelo de franquia, como, por exemplo:

  • Taxa de royalties à franqueadora;
  • Capital de giro;
  • Ponto comercial;
  • Royalties.

Em relação a como funciona o lucro de uma franquia, também existem duas nomenclaturas importantes: o salário e o pró-labore.

A diferença entre as duas palavras é que o salário é direcionado aos colaboradores. Por outro lado, o pró-labore é a remuneração do sócio, ou seja, um pagamento para a sua função. 

Cada franquia possui uma forma de lidar com essa questão, podendo o pró-labore ser fixo e mensal, como também estipulado através da participação de lucros da rede.

Mas não há segredos. Pagou os funcionários? Arcou com as taxas da franquia e custos mensais?

Então, o que sobrou é lucro, e isso é sinal de que o negócio vai bem!

No entanto, é claro que há muitos segredos e variáveis para se aprender sobre como funciona o lucro de uma franquia.

Por isso, preparamos uma lista para te ensinar os principais cálculos.

No Brasil, o percentual de lucro de uma franquia é de 12% a 15%.

Então, se o seu restaurante tem um  faturamento mensal de R$ 60 mil e o lucro líquido previsto para o mês é R$ 12 mil, sua operação terá em torno de 20% de lucratividade (20% de R$ 60 mil = R$ 12 mil).

1. Entenda como funcionam as taxas de Royalties

Os royalties são taxas mensais que funcionam como um “aluguel” pelo uso contínuo da marca do franqueador.

Com base na  Lei de Franquia (Lei nº 8.955/94), os royalties são a "remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”.

Como calcular os royalties de uma franquia?

Em relação ao pagamento dos royalties, não há uma forma padrão de calcular os valores para mensurar quanto irá gastar na sua franquia.

Isso acontece porque cada franqueador tem liberdade para definir como cobrar essa taxa, e, inclusive, se irá cobrar, já que ela não é obrigatória.

Sendo assim, existem alguns empreendedores que cobram os royalties como um percentual de faturamento. Veja o exemplo:

  • Percentual de Royalties cobrado pelo franqueador: 8% do faturamento mensal;
  • Faturamento mensal da franquia: R$ 174 mil;
  • Valor a ser pago: R$ 13.920.

Taxas de royalties impactam os lucros

Está interessado em uma franquia de restaurante ou até mesmo uma franquia de churrasco? Então, dê muita atenção aos royalties. 

Embora outros valores incluídos na parceria sejam atrativos, é preciso considerar que essa taxa será contínua, ou seja, você precisará arcar com ela durante todo o período que estiver ligado à marca.

Os franqueadores têm liberdade para cobrar o valor que quiserem, e incluir outros serviços nessa taxa.

Eles também podem optar por não solicitar o pagamento por percentual, mas a partir de um preço fixo. 

2. Entenda o que é ROI

O ROI é o retorno sobre o investimento, por isso, como o nome já diz, ele deve ser a base ao tomar qualquer decisão que envolva apostar em uma franquia.

Muitas vezes, o empreendedor se surpreende ao conhecer marcas que oferecem franquias por valores baixíssimos, mas não se atentam ao valor do ROI.

Se você investir pouco dinheiro em uma empresa, com taxas que fiquem confortáveis no orçamento, mas que não tenham um retorno significativo, então, não vale a pena.

Por outro lado, às vezes o custo de investimento inicial de algumas marcas é bastante alto e, até mesmo, um pouco assustador.

No entanto, o retorno é muito maior, e você terá um volume de vendas superior por conta da popularidade da franquia.

Como calcular o ROI da franquia?

Para ter uma estimativa do ROI, é necessário ter acesso a alguns dados:

  • Taxa de franquia;
  • Capital de giro;
  • Custos de instalação da loja;
  • Royalties.

A fórmula para calcular o ROI é: 

ROI = Receita - Custo 

/ Custo

Digamos que o faturamento do seu restaurante tenha sido de R$ 350 mil e o investimento inicial tenha sido de R$ 58 mil. Utilizando a fórmula de ROI acima, temos:

  • ROI = (350.000 – 58.000) / 58.000
  • ROI = 5

No exemplo, o ROI foi de 5 vezes o investimento inicial. Você pode também multiplicar o resultado por 100 para obtê-lo em porcentagem – no caso, 500% de retorno.

A Saipos criou um e-book com tudo que você precisa saber sobre fluxo de caixa. Aperte no banner e baixe grátis!

 

3. Fique atento ao Prazo de Retorno de Investimento

Se você quer saber como funciona o lucro de uma franquia, precisa estar atento, também, ao PRI, o prazo de retorno do investimento. 

Funciona assim: se você gastou R$ 100 mil com uma franquia, o PRI define em quanto tempo este valor retornará ao seu caixa, por meio dos lucros.

Mas, geralmente, ao negociar com o franqueador, o franqueado já obtém dados como o prazo de retorno do investimento, que na maioria das vezes varia entre 24 e 36 meses.

Portanto, é necessário ficar atento e ter um bom planejamento financeiro, visto que nos primeiros anos o negócio irá apenas se manter, sem um lucro significativo.

Por isso, para mensurar ou, pelo menos, definir uma estimativa do prazo de retorno do investimento, é importante calcular todos os custos que estarão embutidos na sua operação.

Então, lembre-se de que, mesmo que a franquia tenha passado esse dado, vale a pena conferir para se certificar de que não há nenhum erro.

Para isso, considere:

  • Impostos
  • Contas (água, luz, gás, internet, telefone, etc)
  • Royalties
  • Capital de giro
  • Taxa de franquia
  • Publicidade
  • Estoque
  • Fornecedores
  • Funcionários

Atenção para o cálculo:

PRI = Investimento total/lucro líquido da unidade.

Para exemplificar: se na sua franquia você investiu R$ 200 mil e teve um lucro anual líquido de R$ 66 mil, o cálculo do PRI será  3, assim, ao que tudo indica, o retorno do investimento só chegará após 3 anos.

Como funciona o lucro de uma franquia própria?

Se você cogita a possibilidade de abrir uma franquia própria, é claro que o volume de faturamento será muito maior, de acordo com a quantidade de parceiros.

No entanto, é fundamental entender que, independentemente da entrada de receita na sua rede, o que importa mesmo é o valor que sobra após suprir todas as demandas do franqueado.

Por isso, é muito importante lembrar que não basta apenas conceder o uso da marca, é também necessário dar o suporte para o marketing das franquias, treinamentos e questões que auxiliem na padronização dos pratos e atendimento.

Ainda, é fundamental analisar o momento correto para escalar a sua marca, já que franquias pouco conhecidas podem não ser lucrativas, além de terem dificuldade em conseguir franqueados.

Que tal uma franquia delivery?

Apostar em uma franquia delivery é uma boa opção, principalmente se você tem poucos recursos para investir.

Porque elas costumam ser franquias mais baratas e altamente rentáveis. E, se você já tem um delivery e quer expandir suas vendas e lucros, essa é uma opção que vale a pena.

Não sabe como funciona a operação de um restaurante delivery? A Saipos explica tudinho. Aperte no banner e baixe já o e-book completo com tudo que você precisa saber!

Conte com um sistema para sua franquia

Procedimentos manuais são os grandes responsáveis por erros, atrasos e desorganização diárias nos restaurantes.

Muitas vezes, ao se vincular a uma franquia, a rede já possui um sistema de gestão próprio. 

Mas, se você pretende franquear a sua marca, a melhor opção é contar com um Sistema para Restaurante como o da SAIPOS.

Com ele, você tem automatizações em todas as etapas dos processos, e visualiza os resultados com clareza, através de relatórios que abrangem diversos dados.

Veja alguns dos benefícios do Sistema Saipos:

  • Dashboard de franquias;
  • Controle financeiro a partir da ficha técnica;
  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Um sistema de gestão para sua franquia, com certeza, terá um papel fundamental para o crescimento do seu negócio.

Portanto, não perca tempo e descubra mais vantagens de utilizar o sistema com o melhor custo-benefício do mercado. Aperte no banner e saiba mais!