Sushi: saiba como abrir um!

Como montar um restaurante de sushi?

Para saber como montar um sushi, é preciso entender que a qualidade do produto é essencial para que seu negócio dê certo.

Por exemplo, no Japão os sushis são avaliados, principalmente, pela qualidade do arroz, enquanto o peixe é o complemento do prato.

Além disso, existem diversos passos importantes a serem seguidos para abrir um negócio como este.

Então, ao buscar saber como montar um restaurante japonês, saiba que é necessário ter cuidados para que seu empreendimento seja um sucesso.

São questões como excelência no atendimento e na entrega, assim como um prato muito bem feito, para que ele se torne um produto de destaque.

Por isso, você entenderá mais sobre:

Falando em produtos, é necessário organizar as informações do seu restaurante e nada melhor do que uma Planilha de Cadastro de Produtos grátis que a Saipos criou.

Aperte no banner abaixo e faça download agora mesmo para usar no seu negócio!

5 passos para abrir um sushi

Assim como todo empreendimento de food service, um restaurante de sushi necessita de alguns pontos muito bem alinhados para estrear no mercado.

Separamos 5 passos essenciais para abrir o seu negócio de sushi. Confira!

1. Garanta a legalidade do seu restaurante

O primeiro passo é garantir que o seu restaurante operará de maneira legal e conforme as normas de segurança da ANVISA e da vigilância sanitária.

Esse tipo de documentação funciona para que você consiga usufruir dos seus direitos como dono de restaurante, dê segurança para os clientes e ainda evite multas.

Esses são os principais documentos para abrir um restaurante:

  • Alvará de funcionamento;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS);
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Entre outros documentos específicos da cidade;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Manual de Boas Práticas de Fabricação;
  • Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs);
  • Registro de compra dos alimentos.

Dentre a documentação, talvez o primeiro e mais importante seja o CNPJ. O cadastro nacional de pessoa jurídica costuma ser o passo inicial.

Isso acontece porque é a forma com que você cria uma identidade legal para o seu negócio. A partir dela, você consegue emitir os outros da lista.

2. Ponto comercial estratégico

Seja via delivery ou abrir um restaurante japonês self-service, é importante escolher bem sua região de comércio.

Digamos, por exemplo, que você trabalhe somente com entrega de sushi. A princípio, pode parecer que encontrar um ponto comercial seja desnecessário, mas tome cuidado!

Mesmo se tratando de de um empreendimento que não foi feito para receber clientes presencialmente, a geolocalização fará toda a diferença nas suas vendas.

Para abrir um sushi de casa, vale a pena analisar se o seu lar está em uma região que alcançará clientes.

Isso porque a área de entrega é o que vai definir o número de vendas que você realizará.

Então, se for produzir e vender de casa, não é interessante que seja em um bairro com pouca movimentação ou interesse pela culinária leste asiática.

Se for condizente com o seu investimento inicial, busque alugar um ponto comercial em alguma área central da sua cidade ou região. Mesmo se for um delivery sushi.

Um bom fluxo de pessoas, para restaurantes presenciais, faz toda a diferença no número de vendas. E um ponto estratégico é fundamental para o sucesso de qualquer negócio.

3. Tenha profissionais qualificados

A culinária japonesa é conhecida por ser mais delicada. Principalmente no preparo de sushi, é importante que o sushiman saiba bem o que está fazendo.

Contar com um cozinheiro despreparado é garantir que a qualidade do seu restaurante seja baixa.

Aliás, não somente na cozinha. Ter uma boa e proativa equipe para iniciar o seu negócio fará toda a diferença a curto, médio e longo prazo.

Seja na área administrativa, de atendimento ou no preparo do sushi, garanta que todos estejam cumprindo corretamente suas funções para a melhor experiência do cliente.

Isso será um diferencial e tanto para te destacar de qualquer concorrência logo na abertura do empreendimento.

4. Conheça seus concorrentes

Agir como um consumidor é muito importante na hora de planejar e preparar os seus investimentos em qualquer ramo de negócios.

Dessa forma, frequentar outros restaurantes de comida japonesa é crucial para conseguir delinear um padrão no qual o seu deve operar.

Vale analisar, então, o ambiente, experimentar a comida, e até mesmo trocar uma ideia com os responsáveis do estabelecimento.

Assim você estará a par do que você precisa se destacar, podendo oferecer um diferencial no seu sushi.

Não somente isso, como também estará ciente das tendências locais e poderá inovar conhecendo bem o mercado.

5. Escolha bem os fornecedores

Ingrediente não é brincadeira, então deve ser o item cuja qualidade seja a prioridade no momento da compra.

Claro, conseguir um preço mais barato pode ser uma boa ideia a princípio, mas se escolher um fornecedor não muito confiável, as consequências poderão ser desastrosas.

Imagine que você adquiriu um grande carregamento de peixes para o preparo de sushi. Se você não souber bem como analisar e guardar corretamente, com certeza trará problemas.

Não só poderá causar mal-estar para os fregueses que consumirem o peixe mal conservado, como afastará clientes em potencial por gerar uma má fama para o negócio.

Para ser um restaurante de sucesso, o primeiro passo é investir em ingredientes frescos e de qualidade para o preparo dos pratos. 

Portanto, procure conhecer bem o seu fornecedor, suas condições de armazenamento e entrega, bem como a higiene dos produtos.

Como montar um restaurante japonês e vender muito sushi?

Para montar um restaurante japonês e vender muito sushi, os 5 passos listados acima já são um ótimo começo. Porém, há algumas formas de otimizar suas vendas.

Talvez a divulgação seja a forma mais efetiva e conhecida de ter sucesso e atrair muitos clientes.

Isso porque divulgar corretamente o seu restaurante é a peça-chave para que mais pessoas conheçam e tenham interesse pelo seu estabelecimento.

A dica aqui é entender mais ou procurar um profissional de marketing. Com a grande movimentação das redes sociais, pode ser que a melhor opção seja investir no online.

Por exemplo, o tráfego pago no marketing digital costuma ser muito efetivo se usado corretamente. Então, vale a pena ter essa atenção especial com a divulgação sushi.

Para te ajudar a elaborar uma boa divulgação para o seu restaurante, a Saipos preparou esse e-book com as principais estratégias de divulgação para o seu restaurante ou delivery!

Aperte no banner abaixo e faça o download gratuitamente:

Presencial, delivery, self service ou rodízio de sushi?

Definir o melhor formato para o seu restaurante de sushi vai depender muito de fatores como:

  • Preferência pessoal do dono;
  • Valor disponível para investimento inicial;
  • Mão-de-obra qualificada.

Isso porque a rotina de trabalho será diferente para cada uma das quatro modalidades comentadas (presencial, delivery, self service e rodízio de sushi).

Um delivery de sushi pode ser uma opção mais em conta por não precisar se preocupar com fatores de atendimento presencial.

Mas há necessidade de ter cuidado com a geolocalização, como comentamos anteriormente.

Já para os formatos presenciais como o tradicional, self service e rodízio, a estrutura do ambiente poderá pedir gastos maiores.

Além disso, é importante verificar os fatores relacionados ao preparo da comida. Veja bem, o rodízio e self service demandam uma produção mais rápida e abundante de sushi.

Isso porque todas as opções do menu disponibilizado no dia não podem estar em falta no momento em que for solicitado pelo cliente.

Esse fator só se reforça mais quando lembramos que esse tipo de serviço envolve uma constante exibição do que está sendo vendido.

Ou seja, todo o cardápio precisa estar à mostra e à disposição no momento em que o cliente requerer para o consumo.

A boa notícia é que, se bem gerenciado e planejado, o lucro de um restaurante sushi self service ou rodízio, é sucesso!

Vale a pena investir em uma franquia de sushi?

Sushi-saipos-sistema-para-restaurante

Uma outra opção para iniciar no empreendimento de sushi é aderir a uma franquia.

Antes de tudo, uma franquia se trata de uma corrente de vendas com identidade, atendimento e cardápio padronizados.

Ou seja, toda a direção criativa e administrativa do seu restaurante já vem com um modelo a ser seguido.

Para alguns, esse tipo de empreendimento é mais prático e rápido de abrir, então compensa. Para outros, não vale a pena abrir mão de decisões administrativas e criativas.

O lado positivo de uma franquia é que normalmente já vem acompanhada da reputação da marca.

Por exemplo, nas cadeias de fast food, o McDonald’s já é uma franquia conhecida e que os clientes já esperam um certo tipo de atendimento, menu e decoração característico.

O mesmo pode se dizer de franquias de sushi conhecidas pelo Brasil como:

  • Sushiloko;
  • Koni Store;
  • Yakitai;
  • Gendai.

Confira os valores de investimento na franquia e retorno financeiro de cada um:

Empresa

Valor de investimento

Valor estipulado de lucro mensal

Sushiloko

R$330.000,00

R$155.000,00

Koni Store

R$500.000,00

R$120.000,00

Yakitai

R$99.000,00

R$70.000,00

Gendai

R$800.000,00

R$170.000,00

Mas, independentemente de aderir a uma franquia ou não, a gestão do seu restaurante japonês precisa estar bem alinhada.

Isso pode ser resolvido de maneira automatizada com um software para restaurante, garantindo que tudo, desde o atendimento até a finalização da venda, seja devidamente relatado e cumprido.

Invista na praticidade

Com o sistema de gestão para restaurante japonês da Saipos, sua gestão conta com o melhor software do mercado!

Otimize o seu negócio e obtenha relatórios acurados. Desde delivery, até organização das mesas e controle de estoque, o sistema Saipos reúne tudo em uma só plataforma.

Confira abaixo algumas outras funcionalidades do Software de Gestão para restaurantes: 

  • Controle financeiro com relatórios;
  • Controle de estoque com ficha técnica;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes através de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Clique no banner e saiba mais!

Conheça o Sistema para Sushi da Saipos!