ASSINE A NEWSLETTER • Mantenha-se atualizado sobre as novidades do food service. Quero assinar

📰 ASSINE A NEWSLETTER 📰 Mantenha-se atualizado sobre as novidades do food service. Quero assinar

Tipos de Sushi: saiba precificar e lucre mais!

Tipos de sushi: saiba o que vender no seu negócio e lucrar

Diferentes tipos de sushi tem caído na graça dos brasileiros nos últimos anos. Com isso, o segredo dos negócios que saem na frente é saber escolher os pratos ideais e, assim, otimizar os lucros

Por falar em lucro, cabe destacar aqui que, mesmo em meio à pandemia de COVID-19, as receitas desse ramo cresceram exponencialmente. 

Segundo dados do app de delivery Ifood, em março de 2021, mais de 9,7 milhões de itens da culinária japonesa foram entregues. Isso representa mais do que o dobro (110%) do volume registrado no mesmo mês, em 2020.

Além disso, é importante destacar a alta lucratividade restaurante japonês. Isso se deve por conta do alto custo dos ingredientes e da mão de obra qualificada para fazer um sushi ficar pronto. 

Assim, em um exemplo prático, o preço de custo de um temaki pode girar em torno de R$ 8,00 e você pode facilmente vendê-lo por R$ 18,00. Com esses valores, o seu lucro é de mais de 100%, muito acima da média de outros estabelecimentos do ramo alimentício. 

Dados como esse, provam que os famosos ‘rolinhos de alga com arroz’ ganharam o coração e o paladar de muita gente. 

Aos leigos no assunto, cabe destacar que existe uma infinidade de formatos de sushi e para cada um deles existe um nome. 

Niguiri, Temaki, Hot roll, Uramaki e Gunkan são só alguns dentre todos os tipos de sushi.

Planilha para Controle de Estoque

Com tantos nomes diferentes e ingredientes originais, fica fácil se confundir na cozinha e até acabar deixando dinheiro na mesa por fazer uma precificação errada. 

Então, para calcular corretamente os custos dos pratos do seu restaurante, conte coma  ajuda da Planilha de Custo de Prato da Saipos

Com esta planilha você vai:

  • Organizar e calcular o custo de todos os pratos do seu negócio;
  • Definir um markup por categoria de produto;
  • Saber de forma clara, quantos pratos você precisa vender no mês para pagar os seus custos (ponto de equilíbrio).

Clique agora no botão abaixo para fazer o download grátis!

BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
Tenha controle sobre seus produtos de forma automatizada e saiba fazer o gerenciamento de compras e fornecedores.
BAIXE AGORA

Quais os tipos de sushi para um cardápio ideal? 

 O cardápio ideal de um restaurante japonês é aquele que traz variedades, mas tem seu carro-chefe. 

Com isso, vale ir desde os mais tradicionais só com arroz e peixe cru, até os mais ‘americanizados’ ou ‘abrasileirados’, como os tipos de sushi frito ou tipos de sushi hot.

Por falar em arroz… Você sabe qual o tipo de arroz para sushi? Se engana quem pensa que é o arroz tradicional cozinhado de forma diferente. 

Na verdade, é o arroz japonês branco! Chamado pelos japoneses de Uruchi mai. Fique atento a esses detalhes para não espantar seus clientes. 

Voltando ao cardápio ideal, aqui vai uma lista completa com os principais tipos de sushi que são vendidos em restaurantes japoneses:

NOME DO SUSHI

INGREDIENTES

VALOR MÉDIO

Nigiri

Arroz, wasabi e algum tipo de peixe: salmão, linguado, pargo, peixe-galo ou robalo.

R$15 

(4 unidades)

Gunkan 

Alga nori, arroz, recheio de ovas de peixe, atum, omelete ou salmão.

R$10 

(2 unidades)

Temaki

Arroz, alga nori e recheios variados: legumes, frutas, frutos do mar, salmão, atum, cream cheese, alho poró, etc.

R$20 

(1 unidade)

Hot roll

Arroz, envoltos por nori empanado. Recheio de cream cheese, vegetais ou frutos do mar, podendo variar.

R$26 

(12 unidades)

Djô

Bolinho de arroz, envolto por um fino filé de peixe, coberto por ovas ou outro tipo de peixe picado e diversos tipos de temperos.

R$40 

(6 unidades)

Hossomaki Tekkamaki

Rolinho pequeno de arroz com nori e recheio com uma pequena peça de atum. 

R$15 

(4 unidades)

Uramaki

Pequeno bolinho de arroz, alga nori e recheios variados: legumes, frutas, frutos do mar, salmão, atum, cream cheese, alho poró, etc.

R$20 

(10 unidades)

Hossomaki Kappamaki

Arroz, folha de nori e recheio de pepino. 

R$15 

(10 unidades)

 

Por fim, vale a pena investir em combos que tragam tipos de sushi temaki e mesclem com 6 peças de sushis tradicionais, por exemplo.

Como abrir um restaurante de Sushi?

Antes de partirmos para tipos de sushi, nomes e fotos, entre outros detalhes, vamos destacar a importância da gestão e administração ao abrir um restaurante japonês

Uma boa ideia para começar com o pé direito, é fazer uma análise de mercado restaurante japonês

Esse estudo vai te permitir entender seus clientes, características dos concorrentes e dados que irão se transformar em estratégias.

Tendo isso em mãos, destacamos que a organização na cozinha e na equipe é essencial. 

Ela vai ser a maior responsável por economizar seu tempo, dinheiro e te livrar de roubadas como uma multa da vigilância sanitária

É importante destacar também que um bom gestor deve estar a par de todos os processos dentro do restaurante. É isso o que vai te fazer entender os pontos fracos e descobrir estratégias de melhoria

Dicas para restaurante japonês

Além dessas, algumas outras boas dicas restaurante japonês são:

  • Ofereça uma experiência do cliente completa desde a decoração, até o cardápio; 
  • Inove no visual dos seus pratos com elementos decorativos;
  • Tente atuar em mais de uma modalidade (rodízio, à la carte, self-service, delivery, etc);
  • Estabeleça metas diárias e mensais de vendas e faturamento;
  • Faça uma mudança periódica no cardápio para acompanhar sempre as tendências mais recentes.

 

O que não fazer em um restaurante de Sushi?

Apesar das enormes vantagens, existem alguns erros para não cometer em um restaurante de sushi

Nesse sentido, é importante destacar que é melhor ter só uma modalidade de vendas bem feita, do que várias que não funcionam. 

O mesmo vale para os pratos. É melhor que tenha um cardápio reduzido e bom, do que um cardápio diverso, com pratos medianos ou ruins. 

Para não se perder com a quantidade de pratos, modalidades e pedidos, vale investir em um bom sistema para restaturantes. Assim você economiza papel, tempo e pode focar no que faz seu negócio crescer. 

Além disso, a boa convivência com a equipe é essencial para um bom atendimento aos clientes. Com um bom atendimento você ganha também clientes fiéis e que vão te indicar. 

Como calcular preço de Sushi?

Para encontrar o valor final do seu sushi, você deverá levar em consideração as seguintes variáveis:

  • Mão-de-obra;
  • Ingredientes
  • Tempo;
  • Infraestrutura;
  • Utensílios;
  • Manutenção;
  • Impostos.

Claro que esses valores podem variar de acordo com o local onde você vai abrir seu restaurante, o tamanho das porções que irá servir e de acordo com os fornecedores que vai buscar. 

Mas para ter uma noção de como calcular preço de Sushi da forma correta, trouxemos um exemplo prático

  • Considere uma bandeja de sushis de salmão como exemplo e faça um cálculo simples: multiplique o custo total por 4; 
  • Imagine que o custo total foi de R$ 15,00 (peixe, arroz, cozimento, condimentos, etc.) e então temos 15 x 4 = 60;
  • Pensando na divisão total dos ingredientes de todas as porções, temos que: uma bandeja de sushis pode ser dividida em 6 bandejas pequenas, suficientes para uma pessoa;
  • Então dividimos 60 / 6 = e o resultado do custo dá R$ 10,00 uma bandejinha. Esse é o valor do custo do seu prato;
  • Agora, em cima dele, você deverá determinar quanto deve ser o seu lucro por prato para arcar com suas responsabilidades financeiras;
  • Ao final, some o valor do custo com o lucro e defina o valor final que deverá estar no seu cardápio. 

Para precificar da forma correta, faça sempre o registro correto de todos os seus ganhos e despesas. 

Nesse sentido, destacamos também que um bom controle da quantidade de ingredientes pode te fazer economizar nas compras e evitar desperdícios. 

Fique de olho também na qualidade dos ingredientes. Os ingredientes utilizados nesse tipo de culinária são muito específicos e qualquer variável pode diminuir muito a qualidade do prato. 

Porém, antes mesmo de fazer esse cálculo, você deve levar em conta quais os tipos de sushi que pretende servir no seu restaurante. 

Invista em tecnologia para decolar seu restaurante

Para otimizar a venda dos variados tipos de sushi do seu restaurante, aposte em um bom sistema para restaurante japonês, como o da Saipos

Com ele, você pode ter mais controle financeiro, mais consciência do seu fluxo de caixa, estoque e até integração com apps de delivery.

Assim, você evita problemas e atrasos e organiza todos os seus pedidos, de acordo com a ordem de solicitação.

Para conhecer o melhor sistema para o seu restaurante japonês, com o melhor custo benefício do mercado, basta clicar no banner abaixo e agendar uma demonstração:

Carolina Morais - Jornalista, pós-graduanda em marketing pela ESPM, especialista em copywriting e apaixonada por todas as formas de comunicação.
Escrito porCarolina Morais

Jornalista, pós-graduanda em marketing pela ESPM, especialista em copywriting e apaixonada por todas as formas de comunicação.

Sistema para Sushi!