Buffet de Sushi: confira 6 dicas para gestão de estoque

Tudo sobre a gestão de estoque do seu Buffet de Sushi

Abrir um buffet de sushi demanda uma série de decisões estratégias. Confira 6 dicas para, através da gestão de estoque, medir o sucesso do seu buffet.

A gestão de estoque para um buffet de comida japonesa é uma das principais aliadas para garantir que tudo flua bem, evitando desperdícios de alimentos, falta de insumos, vencimento dos produtos e outros problemas.

Mas você sabe como realizar essa gestão com eficiência?

Se não sabe, acompanhe as 6 dicas que preparamos para você manter uma boa gestão de estoque do seu restaurante de sushi. Confira abaixo quais são elas:  

  • Catalogue tudo que entra, sai e, eventualmente, se perde no estoque do seu buffet de sushi
  • Defina as pessoas responsáveis pela função de gestão de estoque
  • Mantenha atenção especial às normas de Vigilância Sanitária
  • Esteja atualizado sobre o mercado de comida japonesa
  • Desbrave recursos gratuitos para auxiliar na gestão de estoque
  • Escolha o melhor sistema de gestão de estoque para o buffet de sushi

Mas, caso já saiba como fazer essa gestão, é válido também se atualizar com o material abaixo, conferindo as melhores práticas do mercado.

Recomendamos que inicie a leitura com a Planilha de Controle de Estoque da Saipos aberta, para entender na prática o que propomos. Para fazer o download, aperte no banner abaixo.

BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
BAIXE A PLANILHA DE CONTROLE DE ESTOQUE
Tenha controle sobre seus produtos de forma automatizada e saiba fazer o gerenciamento de compras e fornecedores.
BAIXE AGORA

1.Catalogue todos os produtos em estoque do seu buffet de sushi

É isso mesmo que você leu. Tudo, absolutamente tudo que passa por um estoque de buffet livre de sushi (ou à la carte, a depender da modalidade que for escolhida para o restaurante), deve ser catalogado.

Cada novo insumo que entra como parte do estoque representa uma conta nova a ser paga. Ao mesmo tempo, cada um que sai demanda uma substituição, a depender do menu do restaurante de comida japonesa – que pode variar constantemente.

Mas ter o catálogo de produtos atualizado diariamente previne, principalmente, perdas de produtos por prazo de validade vencido, por exemplo.

Um buffet de sushi possui alta rotatividade de produtos, com insumos mais sensíveis ao tempo, como peixes e frutos do mar em geral. Isso significa que, ao passo que as vendas e a produção acontecem diariamente, os cuidados precisam seguir o mesmo ritmo.

A parte boa: existem maneiras de manter o controle gratuitamente. Por exemplo, com o uso de ferramentas para controle de entrada e saída de produtos do estoque, a gestão do sushi ganha maior profissionalismo.

 Falando em conservação de alimentos...

A sua lista de fornecedores está atualizada?

Como mencionamos, a rotatividade dos produtos em um buffet de sushi resulta no aumento de compra de produtos frescos, com fornecedores de confiança e que atendam em um prazo adequado.

E existe a parte do restaurante, de armazenar com cuidado esses insumos e evitar desperdícios.

Concentramos as principais informações e dicas para aumentar a durabilidade dos insumos do restaurante para quem quer aprender mais sobre o assunto. Clique no banner abaixo para fazer o download:

2.Defina as pessoas responsáveis pela função de gestão de estoque

Delegar funções, para um gestor, previne sobrecarga de uma única pessoa e garante que cada funcionário envolvido na organização tenha as próprias responsabilidades, impactando no bom funcionamento do negócio como um todo.

No caso da gestão do estoque, além de definir um método, é necessário indicar quem será o responsável pela manutenção e atualização dos dados. E, neste caso, quanto menos pessoas exercendo a função, melhor.

Explicamos: quando se trata de gestão de estoque, centralizar o acesso aos dados em poucas pessoas refina os resultados e  diminui a possibilidade de erros e furtos.

Os processos, por mais bem estruturados que sejam, tendem a serem adequados de acordo com o perfil do profissional. 

Se muitas pessoas são encarregadas de fazerem a mesma contabilidade dos produtos, em algum momento o trabalho pode esbarrar no colega e ser pouco produtivo.

Delegue, centralize e confira, periodicamente, como melhorar o processo. E utilize o máximo de recursos viáveis para automatizar o trabalho, prevenindo o desgaste dos profissionais – um erro comum, mas que pode ser evitado.

Antes de continuarmos, confira esse vídeo para se atentar aos erros para não cometer no seu restaurante de sushi!

Vídeo - Saipos

3.Mantenha atenção especial às normas de Vigilância Sanitária

Os estabelecimentos que lidam com consumo de bebidas e alimentação terão que lidar, também, com a Vigilância Sanitária.

Afinal de contas, você não quer ser aquele restaurante de sushi conhecido na região como um popular vetor de intoxicações alimentares.

Apesar da burocracia, estar de acordo com as normas do órgão regulamentador da Anvisa para evitar a contaminação e surtos de Doenças Transmissíveis por Alimentos.  

Importante: existem legislações específicas em cada município para produção e comércio de comida japonesa em geral.

Por exemplo, em Fortaleza (CE) a Portaria SMS Nº 1405 de 29/11/2019 trata sobre produção de sushi e sashimi, e indica desde os tipos de produtos disponíveis que podem ser considerados como sushis e sashimis, até a temperatura ambiente adequada.

Pesquise nas normas sanitárias do seu município de atuação quais são os regramentos necessários para serem cumpridos no seu restaurante de sushi. 

4.Esteja atualizado sobre o mercado de comida japonesa

Concorrência, melhores práticas, novidades do ramo, tendências de buffet de sushi, planos de negócio... Esses termos passam a fazer parte do cotidiano de quem deseja prosperar com um estabelecimento segmentado para sushi.

Como os concorrentes atuam costuma ser o balizador principal dos negócios, mas criar um plano próprio com base em uma pesquisa de mercado bem estruturada é fundamental.

 Parece óbvio, mas: fuja do óbvio!

A personalização do seu negócio, aliada às práticas sustentáveis de mercado pode dizer mais sobre o sucesso do restaurante do que repetir ou apenas estudar o que a concorrência faz.

Investir na jornada do cliente, do início ao fim, na capacitação dos funcionários e na promoção de produtos de qualidade são fatores essenciais para a gestão do seu negócio.

5.Busque tecnologia para auxiliar na gestão de estoque

Se você prestou atenção, ao longo do artigo, disponibilizamos vários materiais para download gratuitos produzidos por nossa equipe especializada, aqui na Saipos, para auxiliar você na gestão de estoque do seu buffet de sushi.

Mas temos mais!

O nosso objetivo é simplificar a maneira como você lida com as questões operacionais do seu estabelecimento, por isso, prepara o botão de favoritar links e mantenha a lista abaixo sempre com você:

 Confira todas as opções na nossa página de materiais para download, no site da Saipos.

6.Escolha o melhor sistema de gestão de estoque para restaurante japonês

Se você chegou até aqui, já entendeu a importância de utilizar informações atualizadas de mercado, conferir portarias da Vigilância Sanitária, organizar o fluxo dos insumos e todas as demais etapas da gestão de estoque.

O próximo passo para gerir o seu buffet de comida japonesa envolve escolher um sistema adequado, que considere as necessidades específicas do estabelecimento.

Recomendamos, é claro, o Sistema de Gestão para Restaurante Japonês. Sushi e Temakeria da Saipos.

Entre em contato para solicitar uma demonstração e entender como podemos aprimorar o cotidiano do seu negócio!

Aurea Araujo - Jornalista, Redatora e Produtora de Conteúdo
Escrito porAurea Araujo

Jornalista, Redatora e Produtora de Conteúdo

Sistema para Sushi!