Saiba como evitar a contaminação cruzada no seu restaurante!

Como evitar a contaminação cruzada?

Para qualquer restaurante, é muito importante saber como evitar a contaminação cruzada, para não ter problemas com a vigilância sanitária

Ela é um problema comum na cozinha e pode ser extremamente perigosa, levando a doenças alimentares.

A contaminação cruzada ocorre quando os germes de um alimento são transferidos para outro alimento por meio de utensílios, superfícies ou mãos não higienizadas.

Felizmente, existem algumas medidas que você pode tomar para evitar a contaminação cruzada na sua cozinha.

Sendo assim, atividades simples podem ajudar você a ter um ambiente limpo e livre de qualquer tipo de contaminação.

Pensando nisso, a Saipos preparou este artigo ensinando como evitar a contaminação cruzada. Confira o que será abordado:

Não sabe como conservar alimentos? A Saipos preparou um ebook para você saber corretamente como conservar alimentos. Clique no banner e baixe GRÁTIS!

BAIXE O E-BOOK DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
BAIXE O E-BOOK DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
Aprenda a como conservar os alimentos corretamente em seu restaurante e mantenha a qualidade dos seus pratos.
BAIXE AGORA

O que é contaminação cruzada?

Antes de explicarmos como evitar a contaminação cruzada, é preciso entender primeiro o que é isso.

A contaminação cruzada é um termo que se refere à transferência de germes, bactérias, vírus ou outros microrganismos de um alimento para outro, geralmente ocorrendo durante o manuseio, armazenamento ou preparação de alimentos.

Isso pode acontecer quando utensílios de cozinha, mãos não higienizadas ou outros equipamentos são compartilhados entre alimentos crus e alimentos prontos para consumo, como frutas, legumes, carnes e laticínios. 

A contaminação cruzada pode levar à proliferação de bactérias nocivas nos alimentos, aumentando o risco de doenças transmitidas por alimentos.

A contaminação cruzada pode ocorrer de várias maneiras. Por exemplo, cortar legumes em uma tábua de corte contaminada com resíduos de carne crua pode transferir as bactérias presentes na carne para os legumes. 

Da mesma forma, usar uma faca suja para cortar frutas após ter sido usada para cortar carne crua pode levar à contaminação cruzada. 

Além disso, mãos não lavadas adequadamente após o manuseio de alimentos crus podem transferir germes para outros alimentos que serão consumidos sem cozimento.

4 dicas de como evitar a contaminação cruzada

Existem diversas maneiras de como evitar a contaminação cruzada em um restaurante.

E nenhuma delas é um mistério ou algo do tipo. A partir de atividades simples é possível ter um ambiente limpo e muito bem higienizado.

Confira abaixo algumas dicas para deixar o seu restaurante livre de qualquer germe ou bactéria:

  1. Tenha uma programação de limpeza;
  2. Adquira equipamentos de limpeza;
  3. Higienize todo o local;
  4. Faça prevenção de Surtos Alimentares.

1. Tenha uma programação de limpeza

O que vai evitar qualquer contaminação em uma cozinha é a prevenção diária, que começa logo com a conscientização do que isso pode provocar.

Caso você esteja querendo impedir a contaminação cruzada em um restaurante, a dica é que fale com os seus funcionários e explique o impacto que a falta de higiene pode causar.

Até as ações de limpeza pessoal podem melhorar a qualidade dos serviços. Inclusive, lavar as mãos é a principal delas.

Nossas mãos carregam muitas bactérias durante um dia, e dentro de uma lanchonete, por exemplo, isso pode ser uma grande ameaça.

Evite esse problema, use os equipamentos necessários para manusear alimentos e oriente a sua equipe para que faça uso deles.

Mas não é apenas com isso que você deve se preocupar. Quem tem cabelos longos precisa usar uma touca para evitar que algum fio caia na comida.

Outra coisa que vale ressaltar é que não se pode usar qualquer tipo de anel ou pulseiras, já que podem cair ou até transmitir algum tipo de contaminação na comida.

Por último, e não menos importante, leve a sério a saúde da sua equipe. Não deixe ninguém trabalhar se estiver gripado ou com alguma virose, por exemplo.

Tudo isso irá implicar na qualidade da higiene do restaurante. Não arrisque, apenas faça direito!

2. Adquira equipamentos de lavagem

Saiba que, em vários casos, a contaminação cruzada pode acontecer por não haver equipamentos.

Monte um ambiente com pias para lavagem de mãos em pontos diferente, e não limite o número dos equipamentos.  

Os funcionários devem ter tudo por perto, sem precisar se deslocar muito, para não deixar que qualquer tipo de vírus se espalhe.

Além disso, os alimentos não podem se misturar. Caso eles forem guardados juntos, um pode contaminar o outro e estragar os seus pratos.

Cada tipo de alimento deve ser manuseado e preparado em um recipiente diferente, que também precisa estar devidamente higienizado.

Lembre-se também que todo o utensílio utilizado deve ser enviado para a pia de lavagem, nada de deixá-lo sujo na bancada.

Não deixa nada junto! Separe os alimentos, os utensílios e mantenha o ambiente organizado.  

Evitar a contaminação cruzada não é difícil, só é preciso ter conhecimento sobre o que as atitudes diárias podem causar.

3. Higienize os locais e utensílios várias vezes ao dia

Evitar a contaminação cruzada nada mais é do que manter tudo no seu restaurante devidamente limpo.

Nem sempre é possível fazer uma higienização tão boa assim, até porque o dia a dia de um estabelecimento é muito corrido.

Mesmo assim, procure combinar um tempo com a sua equipe para que tudo seja feito. Comece estimulando pequenas ações até virarem rotina.

Atitudes como essa evitarão problemas e irão garantir um fluxo de trabalho melhor e mais organizado.

A cozinha

Não deixe de dar atenção para a cozinha! Mantenha essa área impecável e longe de qualquer bagunça.

Você pode até manter os equipamentos limpos e organizados, mas de nada adianta se o chão ou as panelas estiverem sujas.

O mesmo acontece com os alimentos. Você pode comprar todos com uma ótima qualidade, mas deve armazená-los separadamente.

Contatos inapropriados serão o seu grande inimigo na batalha contra germes, bactérias ou vírus. Neste caso, é melhor prevenir do que remediar.

Saiba como evitar a contaminação cruzada, inclusive na hora do preparo, com os truques abaixo:

  • Armazenar alimentos de origens diferentes em vasilhames diferentes, ou até mesmo em separações diferente no refrigerador;
  • Colocar alimentos crus ou cozidos em equipamentos limpos;
  • Higienizar as mãos entre as manipulações e antes de começar o trabalho;
  • Manipular alimentos de origens diferentes em tempos diferentes;
  • Utilizar utensílios diferentes para cada preparo, como facas e tábuas, para a manipulação de alimentos crus e cozidos, com a correta higienização entres os usos.

4. Faça prevenção de Surtos Alimentares

A prevenção de surtos alimentares por contaminação cruzada pode ser evitada a partir do uso correto das tábuas, talheres e até higienização das mãos.

É preciso apenas manter a limpeza para evitar qualquer tipo de infecção. Adote as práticas e veja como será muito mais tranquilo.  

Além disso, é possível fazer treinamentos de incentivo com a equipe para mostrá-los como os cuidados são fundamentais.

A meta é não deixar que nada atrapalhe você, muito menos a sujeira.

Conheça os tipos de contaminantes de alimentos

Existem cinco tipos de contaminantes de alimentos que podem afetar a sua cozinha. É importante saber quais são eles, para poder evitá-los. Confira na tabela abaixo:

Tipo de contaminante 

Descrição

Contaminantes biológicos

São microrganismos vivos, como bactérias, vírus, parasitas e fungos, que podem causar doenças transmitidas por alimentos quando ingeridos. Podem se multiplicar em alimentos inadequadamente armazenados ou mal manipulados.

Contaminantes químicos

São substâncias químicas indesejáveis que podem estar presentes em alimentos, como pesticidas, metais pesados, produtos químicos industriais, medicamentos veterinários e aditivos alimentares em excesso. Podem ser introduzidos durante o cultivo, produção, processamento, transporte ou armazenamento dos alimentos.

Contaminantes físicos

São objetos estranhos que podem estar presentes em alimentos, como pedaços de vidro, plástico, metal, madeira, cabelo, unhas ou outros materiais estranhos. Podem ocorrer durante a colheita, processamento, embalagem ou manipulação dos alimentos.

Contaminantes radiológicos

São substâncias radioativas que podem estar presentes em alimentos como resultado da contaminação do solo, da água ou do ar por atividades nucleares, como acidentes nucleares, testes nucleares ou fontes radioativas usadas em medicina ou indústria. Podem representar riscos à saúde se consumidos em quantidades excessivas.

Contaminantes genéticos

São organismos geneticamente modificados (OGMs) que foram intencionalmente ou acidentalmente introduzidos em alimentos. Podem ser plantas, animais ou microrganismos que foram geneticamente alterados para fins agrícolas, como resistência a pragas, melhoria de características nutricionais ou aumento da produtividade. Podem levantar preocupações de segurança e regulatórias em alguns casos.

Como higienizar alimentos?

Outro ponto que precisa ser revisado é a parte de como higienizar os alimentos, já que eles são os principais responsáveis pelas contaminações.

Mas, para retirar as impurezas da comida não basta apenas lavar as mãos, existem outros processos que você deve saber.

Confira abaixo a maneira correta de como armazenar e higienizar todos os seus produtos:

1. Lave bem as mãos

A pessoa que for manipular qualquer tipo de alimento deve manter suas mãos sempre muito bem lavadas antes de iniciar o preparo.

O mesmo vale para os utensílios, que não devem ser usados em outros produtos, pois um pode contaminar o outro.

Isso quer dizer que você não pode cortar um legume com a mesma faca que fatiou uma carne, por exemplo. Cada alimento deve ter os seus instrumentos.

2. Retire as partes estragadas e machucadas das frutas, legumes e verduras

Sempre que chegar qualquer alimento no seu restaurante, certifique-se de que ele está em um bom estado.

É bem comum, principalmente com os legumes, virem com folhas danificadas. Em casos como este, tire a parte que está machucada e lave bem.

Os pedaços que não estão muito bons podem ser indícios de bactérias ou algo do tipo, por isso é importante removê-los.

3. Lave em água corrente

Durante o processo de carregamento, algumas frutas e verduras carregam microrganismos que podem, ou não, causar danos.  

Desta forma, a única solução para eliminar e evitar a contaminação cruzada no seu restaurante é lavar tudo em água corrente.

O processo pode levar um tempo, mas é melhor prevenir do que remediar. E não esqueça de fazer o mesmo com os utensílios de cozinha.

Eles também precisam ser bem higienizados e devem secar naturalmente, assim como as mercadorias.

Tenha uma gestão completa e facilitada com o Sistema Saipos!

O sistema para restaurantes Saipos oferece benefícios em todas as etapas de processo do seu restaurante.

O ponto alto é a diminuição de erros, economia e praticidade na hora de documentar informações importantes para o seu negócio.

Mais que isso, analisar resultados também se torna uma tarefa simples com o software, já que ele gera relatórios diversos que darão embasamento para trilhar novas estratégias e definir metas para restaurante com assertividade.

Quer mais vantagens para se convencer de que a Saipos é o melhor sistema de gestão para restaurantes do Brasil?

São mais de 3 mil clientes que tiveram suas vendas e lucros aumentados, graças ao auxílio dessa ferramenta. Veja algumas das inúmeras funcionalidades

  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Possibilidade de vender por meio do Site Delivery, o site próprio com pedido online;
  • Monitor KDS;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Sabemos que você veio em busca de apenas uma forma de implantar uma gestão  mais moderna no seu restaurante, mas a Saipos oferece isso e muito mais, por um custo-benefício incrível!

Aperte no banner e surpreenda-se com o sistema que mais oferece soluções para donos de restaurante!

Sistema para Restaurante Saipos
Sistema para Restaurante Saipos
Faça gestão de todos os setores do seu restaurante com apenas um clique. Não perca tempo, nem dinheiro.
QUERO SABER MAIS
Mariana Moraes - Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.
Escrito porMariana Moraes

Jornalista formada pela Unisinos, roteirista e especialista na elaboração de materiais ricos.

BAIXE GRÁTIS: Tudo sobre conservação de alimentos!