Por dentro do mercado food service: tendências

O mercado food service é um dos setores que mais cresce todos os anos no mundo inteiro. 

Mesmo em meio à crise econômica, esse setor movimentou nos últimos 10 anos, mais de 170 bilhões de reais por ano, de acordo com Instituto Food Service Brasil (IFB).

Donos de restaurantes, além de pensarem na gestão dos seus negócios, precisam se atualizar sobre o mercado food service diariamente. O cenário muda muito rápido, e é preciso estar atento a todas as notícias. 

Por isso, é importante buscar informações sobre as tendências do mercado food service, como:

  • Novas tecnologias;
  • Mercado delivery; 
  • Experiência do cliente; 
  • Atualizações fiscais; 
  • Entre todas as outras mudanças do setor. 

Donos de restaurantes: vocês têm fome de quê? 

Informação. Essa deve ser a primeira resposta que é preciso buscar. A necessidade de alimentação é uma condição humana, dependemos dela para sobreviver e isso não é uma variável. 

O que muda são os hábitos de consumo e por onde eles são feitos. Hoje, o delivery e o take-away são segmentos que foram impulsionados pela pandemia do covid-19 e se consolidaram no mercado. 

Mercado delivery de comida

Dados do IFB mostram que, embora lenta, a recuperação acontece. Na análise do Instituto, 66% dos negócios mantêm suas “portas abertas”, com 54% deles atuando com operações de delivery, que representam um um crescimento de 32% em relação a 2019.

A pandemia trouxe diversos aprendizados para o setor de alimentação fora do lar. Além disso, forçou mudanças e adaptações que estavam ocorrendo de forma muito lenta no país. 

O ano de 2020 e 2021 foi de inseguranças, mas também de muitos aprendizados. O mercado ainda vai passar por mudanças. 

Só teremos um panorama mais desenhado depois de ver a eficácia das vacinas e uma abertura maior dos salões. 

Mas, independentemente do que aconteça, o setor de bares e restaurantes se mostrou aberto para adaptações e entender que é preciso pensar sempre em novas estratégias para se manter funcionando. 

Aplicativos de delivery e aplicativos de entrega comandam

Em março de 2019, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) já anunciava que o mercado de delivery no Brasil movimentava 11 bilhões de reais por ano e mais de 182 bilhões de dólares no mundo. 

Os gastos com delivery na pandemia cresceram mais de 94%. Apenas o iFood chegou a 39 milhões de pedidos por mês durante o isolamento social.

Esse foi o faturamento mundial do delivery de comida em 2019. O número representa um crescimento de 14% do projetado para o ano e um crescimento nominal de 21,5% em relação a 2018. 

Para o Brasil, o crescimento de 2019 foi de 36%, com um faturamento acima dos R$ 12 milhões. 

Em 2020, a consultoria Statista projeta um crescimento de 33% em faturamento e de 30% no número de usuários.

Uma pesquisa da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, constatou que os gastos com os principais aplicativos de entregas focados no delivery de comida (Rappi, Ifood e Uber Eats) cresceram 103% no primeiro semestre de 2020.

Em março, início da quarentena no Brasil, os serviços de delivery tiveram uma queda de 16,98% em comparação a fevereiro. 

Em abril, o crescimento representou 60,67% em relação a março e, em maio, 39,58% em comparação com abril.

No mês de junho, o avanço foi mais discreto, mas manteve a tendência de alta, com crescimento de 4,32% em relação a maio. 

Já em 2021, vimos o setor se recuperando dos impactos da pandemia e caminhando para um cenário mais positivo.

Tendências de mercado food service

Os últimos dois anos têm sido de muito aprendizado para os donos e donas de restaurantes. 

Em meio a uma das maiores crises sanitárias do mundo, foi necessário mudar as estratégias já conhecidas para manter as portas abertas.

Lookdown, isolamento social, protocolos de segurança… essas foram apenas algumas das variáveis que precisaram entrar na conta dos empresários para organizar suas estratégias. 

A opção foi investir no delivery. Um mundo novo para a grande maioria dos bares e restaurantes. Mas a questão agora é: quais são as principais tendências para delivery?

Uma coisa é certa, o delivery veio para ficar. Quem ainda não aprendeu a utilizar esse modelo de vendas vai precisar buscar se adequar a ele o quanto antes. 

Delivery como principal forma de venda

De acordo com pesquisa realizada pela Saipos em 2020, mais de 48% dos restaurantes não atendiam no delivery e começaram a praticá-lo. 

Muitas empresas precisaram aprender rapidamente como sobreviver nesse ambiente digital. Aqueles que já estavam acostumados e os que conseguiram se adequar rápido ao delivery conseguiram sair melhor do que a média no mercado.

Mesmo com as aberturas do salões, o delivery não irá perder sua importância. A necessidade de oferecer soluções que melhorem a experiência dos clientes é fundamental.

Dark Kitchens

Uma das maiores apostas para o mercado de food service foram as Dark Kitchens. O setor estava em pleno crescimento e se mostrou uma alternativa ideal quando os restaurantes foram obrigados a fechar suas portas por causa da pandemia.

O modelo de negócio segue ainda mais fortalecido, por ter se consolidado como uma operação que gera mais renda, menos desperdício de tempo e matéria-prima para os empresários. 

Experiência digital

Com um consumidor cada vez mais digital, a experiência do cliente precisa ser uma das prioridades a partir de agora. 

Por isso, pensar em estratégias que atraiam mais clientes e que proporcionem uma vivência única para o usuário será uma necessidade. 

Investir em site próprios, cardápios digitais, combos promocionais, vouchers, gift cards e as mais variadas formas de pagamento online são algumas das opções que você pode investir para fidelizar seus clientes.

Mesmo com o atendimento presencial, a tendência é tornar todo o processo sem contato, para que os consumidores se sintam seguros e desfrutem de uma experiência descomplicada.

Acima de tudo, lembre-se de que os clientes querem mais facilidade e segurança na hora de realizar seus pedidos. 

Mas, caso o seu negócio não tenha condições de oferecer isso, certamente ele irá encontrar outro que tenha para atendê-lo.

Invista em um site próprio

Como uma forma de fazer os estabelecimentos do ramo de alimentação economizarem com as altas taxas cobradas pelos aplicativos delivery, os App’s e Sites Delivery próprios de restaurantes são opções que se destacaram nos últimos dois anos. 

Empresas como a Saipos desenvolvem recursos tecnológicos como o Site Delivery, que tendem a ser cada vez mais utilizados nos próximos anos. 

Essa ferramenta, por exemplo, traz diversos benefícios para o seu atendimento delivery, como: 

  • Fidelização de clientes; 
  • Economia com marketplaces, como iFood, Uber Eats e Rappi;
  • Aumento do número de vendas;
  • Maior organização na operação por delivery;
  • Melhora no atendimento do seu restaurante. 

Novas tecnologias

Fique atento a novas tecnologias que possam auxiliar a potencializar suas vendas no delivery, mas que não se esqueça de que presencial é importante. 

Por isso, invista um tempo em pesquisar sobre sistemas para restaurantes completos para sua operação. 

Buscar por empresas que oferecem funcionalidades que otimizam o tempo do seu negócio e auxiliam na experiência do seu cliente é essencial. 

As três tecnologias que serão tendência este ano são: Big Data, IoT e Omnichannel. 

A partir dessas ferramentas, é possível digitalizar processos e transformar a operação dos negócios

Elas ajudam a reduzir o custo operacional e permitem a elaboração de processos mais eficientes. Ambas também possibilitam oferecer a melhor experiência para cada cliente.

Franquias de restaurantes

Quer investir em uma franquia de restaurantes? O mercado de food service está se recuperando rapidamente, e a pandemia representou um momento decisivo para esse segmento.

Em um curto espaço de tempo, houve uma revisão completa de processos operacionais, canais de venda, relacionamento com os clientes e muitas outras reestruturações. 

O faturamento do setor mostra forte recuperação quando comparado com o ápice dos efeitos da pandemia (em 2020). O faturamento do setor em 2021 foi 9,4% maior do que o 2º trimestre de 2020.

Além dos resultados positivos, as franquias de alimentação também oferecem a possibilidade de o franqueado atuar em diferentes mercados e captar públicos bem distintos.

Nesse setor, podemos encontrar redes de fast-food, refeições completas, lanches, culinária saudável, empresas especializadas em doces, sobremesas, em sucos, cafeterias, pizzarias, culinária regional e internacional. 

Empreendedorismo no food service

Você pode apostar em qualquer um dos setores que compõem o segmento food service e criar inovações e negócios dentro de cada um deles.

O porém está em entender todas as etapas do food service, pois quanto maior seu conhecimento.

Isso fará sua adequação mais rápida e sua reação será melhor para momentos de baixa, e escolher um nicho que esteja adequado ao seu perfil empreendedor é parte fundamental do seu sucesso.

Depois de entender o setor e o nicho escolhido, seu foco deve estar em se aprofundar no nicho escolhido, conhecer concorrentes, fornecedores, pontos fracos e fortes, interesse do público e a que fatores externos o negócio está suscetível. 

Fique atento à burocracia

Um assunto importante para prestar atenção é na parte burocrática do seu negócio. Mudanças de leis, incentivos do governo e questões trabalhistas precisam de atenção.

Buscar se informar com os órgãos do seu município e ficar atento às mudanças e prazos de pagamentos tributários é essencial para que não tenham problemas no futuro. 

Um levantamento mensal realizado pela Serasa Experian mostra que o índice de inadimplência das micro e pequenas empresas melhorou. 

No comparativo entre maio e abril de 2021. A redução de 0,4% ficou marcada como o primeiro resultado positivo do ano, que iniciou com quatro altas consecutivas.

Invista em um sistema de gestão da Saipos

Integrado aos melhores aplicativos de delivery atuantes no Brasil você consegue aceitar pedidos realizados nas plataformas diretamente em uma tela.

Assim, é possível encaminhá-los para a cozinha com apenas um clique, sem necessidade de reescrever o pedido.

Dessa maneira seu delivery restaurante pode oferecer seus pratos em mais de um app e assim ser mais eficiente.

O sistema Saipos é integrado aos seguintes aplicativos de delivery: 

  • iFood;
  • Uber Eats;
  • Rappi;
  • Delivery Direto;
  • Neemo/Delivery App;
  • Accon.

Além disso, com o software você consegue ter um controle muito mais preciso do estoque, analisar qual a forma de pagamento mais usada e quanto foi arrecadado e também ver as vendas por período.

Esses relatórios são muito úteis para cuidar da saúde financeira do seu negócio, tornando muito mais fácil encontrar erros e incongruências.

O relatório de cupons gerados também é enviado automaticamente para o seu contador.

Ficou interessado? Aperte no banner abaixo e agende uma demonstração para conhecer o sistema Saipos e tirar suas dúvidas com um de nossos consultores!