Descubra como calcular o preço do buffet

Stêvão Limana - Jornalista graduado pela UFSM, repórter da NDTV/Record TV em Blumenau (SC) e redator SEO da Saipos.
Escrito porStêvão Limana

Jornalista graduado pela UFSM, repórter da NDTV/Record TV em Blumenau (SC) e redator SEO da Saipos.

Como calcular preço do buffet?

Como calcular preço do buffet não é uma tarefa fácil. O segredo para ter sucesso com esse tipo de negócio está relacionado aos valores aplicados.

Oferecer cardápios convidativos e um atendimento de primeira são, sem dúvida, fundamentais. Porém, o buffet que não consegue precificar de maneira correta seus serviços corre o risco de ter prejuízos mais à frente.

Sabemos que o preço é a principal chamada para atrair a clientela. No entanto, quando não é bem planejado, pode comprometer o negócio.

Por isso, encontrar um valor que caiba no bolso do cliente, mas que também consiga gerar lucro para o empreendedor, pode ser complicado, mas é preciso.

Como calcular preço do buffet pode dar uma dor de cabeça se você não souber como e por onde começar.

Sem contar que vai influenciar diretamente no seu controle financeiro.

Mas nesse artigo iremos mostrar passo a passo para que você consiga fazê-lo de forma mais rápida e eficiente possível.

Então, siga nossas dicas e garanta que seu negócio seja próspero, tenha muitos clientes e que lucre bastante.

Como calcular preço do buffet: Primeiro passo

Assim que a ideia de servir buffet no seu restaurante aparecer, será preciso calcular o preço de todos os ingredientes e a quantidade de porções que são feitas com ele.

Posteriormente, será preciso calcular também os gastos como:

  • Tempo estimado para produção;
  • Gastos com energia, água, gás;
  • Impostos;
  • Limpeza;
  • Custo da mão de obra dos seus funcionários.

Dito isso, lembre-se que dificilmente uma pessoa comerá todas as opções disponíveis no cardápio.  

Então, chegou a hora de calcular um preço médio. Com as informações que tem, você decidirá qual valor é justo a ser cobrado, mas que também mantenha a casa aberta.

Nesse sentido, você pode fazer um teste utilizando uma tabela onde tenha uma margem de erro, sem que seu restaurante fique no vermelho.

Em suma, nada mais é que um pézinho de meia onde você tem os riscos calculados.

Também é válido pesquisar os preços dos restaurantes vizinhos.

Assim, manterá a competitividade e também atrairá clientes e movimento para ambos os lugares.

Como calcular preço do buffet é um cálculo médio, por isso, leve em conta os custos de viver na sua cidade e não se esqueça de contabilizar os gastos com impostos.

9 dicas sobre como calcular preço do buffet

Ainda está confuso sobre como proceder para precificar seus serviços de buffet?

Não se preocupe, pois a Saipos preparou algumas dicas que podem ajudar você a iniciar essa tarefa super necessária para seu restaurante. Confira!

1. Buffet livre

De fato, quem opta pela opção buffet livre, não escolhe a opção a quilo pois precisa comer mais, ou pelo simples fato de não achar vantagem financeiramente.

Então, você pode cobrar um valor um pouco acima do cobrado pela possibilidade a quilo.

Mas lembre de não forçar muito esse valor para não levar seu cliente direto para a concorrência.

2. ROI

O Retorno Sobre Investimento - ROI, serve para contabilizar em quanto tempo você conseguiu obter de volta o investimento feito.

Embora não pareça, calcular o ROI é simples. Para isso, você diminuirá a receita total das vendas pelo preço de custo e dividir o resultado dessa conta pelo preço de custo.

Assim, o resultado dessa conta será o valor do Retorno Sobre Investimento feito inicialmente.

3. Defina sua margem de lucro

Para seu buffet funcionar, os lucros são o caminho certo.

Pois, nenhum negócio consegue sobreviver apenas de ganhos e gastos, não é mesmo?

Portanto, saber definir uma margem de lucro para gerar um bom capital de giro é essencial para saber como calcular preço de buffet.

Além de ser essencial, também pode auxiliar a ter mais certeza na hora de precificar seus serviços.

4. Pesquise os preços da concorrência

O mercado gastronômico está cada vez mais disputado.

Sendo assim, você precisa pesquisar e estudar quais são os valores que seus concorrente estão oferecendo.

Isso porque você pode evitar de não precificar de maneira exagerada seus serviços ou colocar um preço que esteja abaixo do resto do mercado.

Então, para equilibrar, entre em contato com buffets que prestam serviços semelhantes aos seus e faça um planejamento financeiro.

5. Pesquise seus clientes em potencial

Sua clientela é a razão pela qual seu buffet existe, não é mesmo?

Dessa forma, é essencial garantir que os valores cobrados podem ser pagos pelos seu clientes.

Pois, de nada adianta cobrar preços altos se ninguém estiver disposto a pagar por seus serviços.

Então, busque um equilíbrio dos preços e lembre-se de realizar pesquisas de satisfação com quem consome no seu estabelecimento.

Afinal de contas, agradá-los é uma das principais estratégias que você pode fazer!

6. Horas de trabalho

A gestão de tempo é uma dúvida frequente entre os donos de negócios que prestam serviços de buffet.

Pois, esse mercado engloba uma ampla série de diferentes serviços, então é necessário estar atento ao tempo hábil que você tem para atender às solicitações da clientela.

Então, é essencial evitar atrasos e estar sempre a postos para quando o seu cliente precisar, então é preciso organizar muito bem o seu negócio.

7. Entenda o valor do CAC

O CAC (Customer Acquisition Cost ou custo de aquisição de clientes) é uma métrica que você deve definir para incluir no preço de serviços de buffet. 

Dessa maneira, ela se refere ao valor médio investido para conseguir um cliente.

Sendo assim, são considerados todos os investimentos de marketing, como anúncios, publicações em redes sociais, panfletos e site, parcerias e contratação de colaboradores para efetivar a venda dos serviços. 

O cálculo é esse:

CAC = soma de todos investimentos realizados / número de clientes conquistados

Então, se dentro de um mês o buffet gastou R$ 10.000,00 com ações para conquistar clientes, e foram fechados 10 eventos, o CAC foi de R$ 1.000,00.

Nesse caso, o valor deve ser incluído nos projetos vendidos. Além disso, é importante analisar e acompanhar os investimentos para não acabar encarecendo demais o valor dos eventos.

8. Custo médio por pessoa

Um dos métodos de precificação mais populares é definir um valor a ser pago por pessoa do evento.

Dessa maneira, cada convidado vai pagar pelo total de participantes da festa.

Para isso, é preciso saber determinar o quanto cada pessoa custa para o buffet dentro de suas opções de cardápio. 

Afinal, um menu de sushis vai custar muito mais do que uma opção simples, como frango e salada.

Sendo assim, o ideal é que você tenha suas opções de cardápio bem definidas, assim como o custo por pessoa de cada uma delas. 

O cálculo é bem simples:

Divida o custo total do menu pela quantidade de pessoas que ele atende. 

Por exemplo, um menu que serve 50 pessoas e precisa de R$ 500,00 para ser preparado, tem um custo por pessoa de R$10,00.

Mas lembre-se de que esse é apenas o custo dos alimentos, você também deve pesar os valores das bebidas. 

Além disso, é preciso considerar os gastos do CAC e com funcionários, como cozinheiros, ajudantes e garçons. 

Ao final, você deve ainda acrescentar a margem desejada para chegar ao valor de venda.

9. Invista em um sistema de gestão

Você viu até aqui que como calcular o preço do buffet não é nenhum bicho de sete cabeças, não é?

Pois são diversos fatores que devem ser levados em conta. Por isso, vários buffets estão investindo em algum sistema de gestão para lidar com essa e outras funções.

Você pode escolher entre uma gama de softwares especializados no negócio, e que oferecem diversas funcionalidades para poder gerir um buffet com eficiência.

Assim, um sistema permite cadastrar fornecedores e clientes, comparar preços, estimar o ROI, acompanhar fluxo de caixa, entre outras ações.

Seguindo essas dicas, seu restaurante estará preparado para definir o preço de serviços de buffet mais adequado para seus clientes, que cobre os custos, e supera os concorrentes!

Como calcular o valor do buffet a quilo?

Calcular o valor do buffet a quilo é um pouquinho diferente do cálculo feito para estabelecer o preço de um buffet livre.

É preciso que você tenha noção do valor do salários e de quanto em média cada pessoa dispõe mensalmente para gastar em restaurantes.

Certamente esse cálculo não vai ser totalmente correto, mas é um percentual onde será possível se basear.

Feito isso, calcule a porcentagem do preço total de gastos com o quilo da comida, e cobre de 30% a 40% do valor.

Mas não se esqueça de pesar o prato vazio, para descontar do peso total da refeição do cliente.

Caso seu restaurante oferece sobremesas, acrescente ao valor, ou cobre separadamente. Mas não esqueça de pesar o prato.

Dicas para atrair clientes

No caso de seu restaurante já esteja aberto a certo tempo, e você quer começar a oferecer esse serviço, compare o número de clientes e pratos servidos.

Isso ajudará a ter noção do público do seu negócio, e também a quantidade de comida que seus clientes consomem.

Embora os números variem, você terá como oferecer no buffet alguns dos pratos mais pedidos. Certamente isso agradará seus clientes.

Talvez seja interessante anunciar, por exemplo, em um cardápio, o que será servido no dia.

Outro exemplo: caso seu restaurante oferece lasanha, ala minuta, bife à parmigiana, todos à la carte, coloque um no cardápio a cada dia da semana.

Certamente isso fará com que os clientes que consomem esses pratos escolham o dia em que eles serão servidos para ir até seu negócio.

Caso seu empreendimento oferecer suco natural, ou alguma bebida que seja produzida pela casa, talvez seja interessante o buffet acompanhar um copo de suco.

Para facilitar seu trabalho, a Saipos preparou uma planilha para calcular os custos de pratos para te ajudar. Clique no banner abaixo e use GRATUITAMENTE!

Buffet para eventos

Se você quiser disponibilizar a opção buffet para eventos, saiba que esse ramo funciona um pouco diferente do que você está acostumado.

Diferente de servir 100 pessoas no seu restaurante, possivelmente irá trabalhar em um ambiente diferente e cuidar da gestão disso.

Os preços podem variar de cidade para cidade e também variam pela quantidade de convidados e pelo tipo de comida.

Eventualmente, você pode escolher um nicho de eventos para atender, como:

  • Formaturas;
  • Casamentos;
  • Eventos corporativos;
  • Aniversários;
  • Batizados.

Contudo, não esqueça que atendendo a esse mercado, quem escolhe o cardápio é o contratante. Por isso, é interessante que seu negócio tenha uma lista ou um cardápio que contenha todos os pratos que faz.

Mas, se o contratante desejar um serviço ou cardápio diferentes, seja solícito e se conseguir, faça as alterações necessárias.

Então, em relação a valores, você deverá cobrar os custos com:

  • Taxa de serviço;
  • Mão de obra e garçons (se seu negócio oferecer esse serviço);
  • Compra de produtos (caso o cliente não faça esse trabalho);
  • Custo dos pratos em quantidade.

Esperamos que você tenha tirado suas dúvidas e que agora saiba como calcular o preço do buffet do seu restaurante. 

Todas as formas de pagamento por meio de um sistema de gestão financeira 

Ter diversas formas de pagamento disponíveis é, sem dúvida, um diferencial competitivo que o seu empreendimento deve ter.No entanto, com todas as possibilidades disponíveis de apps para pagamento de contas em bares e restaurantes, administrar se torna complexo e impossível de fazer sozinho.

Por isso, a tecnologia é uma aliada nesse processo, e faz a diferença para estabelecimentos que desejam oferecer agilidade e inovação aos clientes. Um software de gestão financeira faz isso.

Além de auxiliar você na administração das formas de pagamento, o Sistema Saipos disponibiliza uma série de funcionalidades para otimizar o seu controle financeiro.

Esse controle financeiro também permite que os donos de restaurantes visualizem qual é a forma de pagamento mais solicitada pelos clientes. 

Outro ponto relevante do sistema é relacionado ao crédito. Você pode lançar a taxa do cartão e analisar quanto ela impactará nas vendas, além de fazer uma previsão da entrada de dinheiro.

Quer saber todas as possibilidades de um sistema de gestão de restaurantes? Aperte no banner abaixo!