Fluxo de caixa contabilidade: confira como funciona

William Martins - Jornalista e Analista de Marketing e SEO da Saipos
Escrito porWilliam Martins

Jornalista e Analista de Marketing e SEO da Saipos

Fluxo de caixa contabilidade: do que se trata?

fluxo de caixa contabilidade, na verdade, se trata da DRE, que é a Demonstração do Resultado do Exercício. Este documento de cunho contábil tem o objetivo de buscar todo o resultado líquido de exercício por período. 

Além disso, consegue analisar como receitas, custos e despesas da empresa. Em outras palavras, o fluxo de caixa contabilidade (DRE), é o resumo financeiro do seu negócio. 

Lembre-se: A DRE será o seu indicador de resultados operacionais e não operacionais. Também é válido destacar que uma atividade deve ser feita em períodos diferentes conforme cada área exige. Veja:  

  • Mensalmente, para fins administrativos; 
  • A cada  três meses, para acompanhamento fiscal;
  • Anualmente, para fins legais.

O que pode ajudar muito, é uma Planilha de Fluxo de Caixa. Assim você consegue controlar tudo o que precisa de forma organizada. A Saipos separou este material gratuito para você! Para adquirir, basta clicar no banner abaixo! 

Para o que serve o DRE (fluxo de caixa contabilidade)?

O fluxo de caixa contabilidade (DRE), serve para analisar a forma mais crítica como evoluções de receitas e despesas de um negócio. Além disso, o uso desta ferramenta permite que você veja quanto foi gasto e  quanto entrou de lucro  na empresa durante um determinado período. 

Isso ajudará muito a ver onde deve economizar ou se já está no momento de expandir, por exemplo. E o uso do fluxo de caixa, especialmente como planilha, também, pois podem ajudar muito controlar as movimentações.

Dá um pouco de trabalho cuidar de um fluxo de caixa de contabilidade, mas nem pense em pular este processo. A DRE é um dos documentos mais solicitados pelos bancos e investidores, já que servem para análise e verificação de saúde financeira.

Qual a estrutura do fluxo de caixa contabilidade? 

Quando se fala em fluxo de caixa contabilidade, é possível encontrar dois cenários: um sobre fluxo de caixa e outro sobre DRE. É muito comum que as pessoas tenham dúvidas sobre o controle de caixa e não saibam muito bem como pesquisar as nomenclaturas. 

No caso do fluxo de caixa contabilidade isso é muito comum, então, para tentar acabar com os questionamentos, nós separamos duas estruturas: uma de  fluxo de caixa e a outra de DRE. Confira abaixo como ambas funcionam para não confundir mais!

Fluxo de caixa: Estrutura básica 

  • Saldo Anterior  (valor em caixa no dia anterior);
  • Saldo do dia  (total em caixa no dia);
  • Saldo Atual  (soma do saldo anterior com o saldo do dia);
  • Descrição  (descrição da movimentação de entrada ou saída);
  • Receita  (valor das entradas);
  • Despesa  (valor das acusações);
  • Movimento  (Total de entrada / saída de cada movimentação).

DRE: Estrutura básica

  • (+) Receita com vendas;
  • (-) Deduções e abatimentos (sobre a Receita com vendas);
  • (=) Receita Líquida ( Receita com as vendas - Deduções e abatimentos );
  • (-) Custos de vendas - CPV, CMV, CSP;
  • (=) Lucro Bruto ( Receita Líquida - Custos de vendas );
  • (-) Despesas administrativas;
  • (-) Despesas com as vendas;
  • (-) Despesas financeiras;
  • (=) Resultado Antes do IRPJ e da CSLL  (Lucro Bruto - Despesas);
  • (-) Abatimentos do IRPJ e da CSLL;
  • (=) Resultado Líquido (Resultado Antes do IRPJ e da CSLL  - Abatimentos do  IRPJ e CSLL ).

Vale lembrar que você pode contar com a Planilha de Fluxo de Caixa Contabilidade da Saipos. O material é gratuito e para adquirir é só clicar no banner abaixo! 

Fluxo de caixa vs contabilidade

Você sabe quem é mais importante no confronto entre contabilidade e fluxo de caixa? Nenhum dos dois, pois ambos estão diretamente ligados, então um não é mais relevante que o outro. 

Isso significa que, para a contabilidade de um negócio ser feito, é preciso registrar como movimentações financeiras (fluxo de caixa). É a partir desta união de ações que é possível verificar o resultado real do local,  isto é, se está gerando lucro ou não. 

Vale ressaltar que o registro contábil de uma empresa é obrigatório conforme a IGT (Interpretação Técnica Geral). Esta exigência está em vigor desde os anos 2000, apovada pelo CFC (Conselho Federal de Contabilidade).

Além disso, é aplicável para qualquer tipo de empresa, independentemente do seu formato jurídico ou porte financeiro.

Tipos de fluxo de caixa contabilidade

Antes de mesmo falar sobre o  fluxo de caixa contabilidade, é bom ressaltar que existem outros modelos de FC. Cada um deles foi desenvolvido para suprir a necessidade da sua área financeira. 

Sendo assim, quando você quiser projetar algo dentro da sua empresa, irá usar um tipo de  fluxo de caixa contabilidade. Mas se quiser usar um  controle de caixa simples, irá usar um outro modelo. 

Veja abaixo um pouco mais sobre cada modalidade de fluxo de caixa e aplique o que melhor se encaixa com a sua carência: 

  • Fluxo de caixa operacional;
  • Fluxo de caixa direto e  indireto;
  • Fluxo de caixa projetado; 
  • Fluxo de caixa livre;
  • Fluxo de caixa principal;
  • Fluxo de caixa diário;
  • Fluxo de caixa incremental; 
  • Fluxo de caixa mensal;
  • Fluxo de caixa excel;
  • Fluxo de caixa matemática financeira.

Um sistema para restaurante ajuda no fluxo de caixa contabilidade?

Sem dúvidas! Para manter seu fluxo de caixa diário e mensal, ou de qualquer outra modalidade, é fundamental ter um sistema para restaurantes.

E o melhor software do mercado para isso sem dúvidas, é o da Saipos. Por meio dele você terá todas as áreas dos processos controladas, independentemente do modelo de atendimento.

Mais de 3 mil negócios no segmento de alimentação utilizam o sistema, que revolucionou a forma de atender, entregar, controlar as finanças e tantos outros momentos do dia a dia.

Utilizando o Sistema Saipos, você poderá acompanhar o desenvolvimento dos seus resultados de forma significativa. Confira alguns dos benefícios:

  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Possibilidade de vender por meio do Site Delivery, o site próprio com pedido online e sem taxas;
  • Monitor KDS;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Viu quantas vantagens? E tem muito mais! Aperte no banner, assista uma demonstração e veja porque a Saipos é o melhor sistema para restaurantes do Brasil!