Fluxo de caixa financeiro: O que preciso saber?

Fluxo de caixa financeiro: O que preciso saber?

O fluxo de caixa financeiro é uma etapa fundamental para qualquer negócio. Por meio dele é possível analisar os gastos, recebimentos e taxas para fazer o seu negócio.

 

Isso quer dizer que, com um fluxo de caixa financeiro , você tem o controle adequado e assertivo de suas contas.

 

Mas, para fazer isso, existe uma série de etapas, dicas e possibilidades de fluxo, que diferem de acordo com as necessidades e dados que deseja analisar.

 

Foi pensando nisso, que a Saipos prepara esse artigo completo com tudo o que você precisa saber sobre o fluxo de caixa financeiro.

 

Olha só o que você vai ver por aqui:

 

- Fluxo de caixa financeiro no Excel

 

- Fluxo de caixa financeiro no aplicativo

 

- Fluxo de caixa com o sistema Saipos

 

- Fluxo de caixa financeiro de entradas e descontos

 

- Fluxo de caixa financeiro de lançamentos

 

- Análise de lançamentos do fluxo de caixa

 

- Tipos de fluxo de caixa financeiro

 

- Por que fazer fluxo de caixa financeiro?

 

- Por que o capital de giro é importante?

 

Preparado? Então vamos começar!

 

1. Como fazer o fluxo de caixa financeiro no Excel?

Para fazer o fluxo de caixa financeiro, é possível escolher entre o uso de planejadores , aplicativos ou sistemas

 

Para começar, falar de fluxo de caixa financeiro com planilhas !

 

A Saipos disponibiliza gratuitamente um plano de fluxo de caixa financeiro mensal.

 

Nela, você pode fazer os lançamentos nas seguintes categorias:

 

Vendas  Despesas
Em dinheiro, cartão de crédito, débito, pagamento online e total. Fornecedores, folha de pagamento, pró labore, nacional simples, aluguel, energia elétrica e água, contador, gás, férias, 13 ° salário, verbas para resgate, vendas e outros pagamentos.

 

Com um plano de fluxo de caixa financeiro da Saipos, você também pode obter o lucro previsto com o realizado , ea partir desses dados, ter acesso à previsão de resultados dos próximos meses.

 

Então não perca tempo, clique no banner abaixo e faça o download da sua planilha completa e gratuita!

 

Utilize a planilha de fluxo de caixa e tenho controle financeiro do seu restaurante

Como criar uma planilha de fluxo de caixa financeiro?

Agora, você pode aprender a fazer um planejamento de fluxo de caixa financeiro no início, ou passo a passo é o seguinte:

 

Os principais componentes que precisam ser inseridos na planilha são:

 

Saldo Anterior (valor em caixa no dia anterior); 
Saldo do Dia (caixa total no dia); 
Saldo Atual  (soma do saldo anterior com o saldo do dia); 
Descrição  (descrição da movimentação de entrada ou saída); 
Receita (valor das entradas); 
Despesa  (valor das parcelas); 
Movimento  (Total de entrada / saída de cada movimento).

 

1. Depois, é preciso formatar como colunas e linhas, como “NOME” . Faça isso em todos os itens do cabeçalho citados acima.

 

Lembre-se de usar núcleos na planilha. Isso costuma facilitar muito as respostas dos dados, ainda mais em uma verificação rápida.

 

2. Para obter o resultado da coluna " movimento ", é necessário inserir uma fórmula SOMA

 

Para obter o valor total das linhas, aplique uma fórmula na coluna " D ", para isso, subtraia ou total de entrada do total de visualizações.

 

3. Para descobrir o total de " Saldo do dia ", basta inserir uma fórmula SOMA e selecionar todas as linhas de planejamento relacionadas ao "Movimento".

 

4. Para encontrar o "Saldo atual", use uma fórmula SOMA para verificar a diferença entre "Saldo anterior" e "Saldo do dia". Para isso, basta somar os valores de “ C2 e “ C3 ”.

 

Mas, se você quiser descobrir o saldo anterior, insira o sinal de igual na linha “C” e selecione “Saldo Atual” do dia anterior. 

 

Para isso, é necessário que cada aba da planilha corresponda um dia da semana.

 

 

2. Fluxo de caixa financeiro no aplicativo

O controle de fluxo de caixa financeiro através de aplicativos é bem simples e costuma ser ótimo para pequenos negócios no início da carreira.

 

Veja um exemplo de aplicativo para ajudar nessa função;

 

Controlle - Fluxo de caixa para MEI

O Controlar é um aplicativo específico para o controle de vendas e fluxo de caixa, desenvolvido especialmente para MEI.

 

O acesso é super simples, como o layout, além de ser intuitivo e rápido. 

 

Outro diferencial é que alguns aplicativos desse tipo não precisam ser usados ​​apenas quando têm acesso à Internet.

 

Nesse caso, facilita muito o controle da caixa mesmo longe do estabelecimento, ainda que sem restrições.

 

Veja algumas das funcionalidades do Controlle!

 

- Acesso ao lançamento de despesas com um clique;

 

- Lançamento de despesas, receitas e transferências;

 

- Importação de SMS do seu banco e mensagens push;

 

- Demonstrativo dos lançamentos de cada mês;

 

- Relatórios gerenciais;

 

- Bloqueio de acesso ao aplicativo com senha;

 

- Acesso a várias contas;

 

- Anexo de arquivos em lançamentos;

 

- Centro de Custos;

 

- Navegação fácil de mês a mês;

 

- Marcar lançamentos como pago com um clique;

 

- Edição e exclusão de lançamentos;

 

- Acesso a várias contas, com saldo consolidado de todas elas;

 

- Classificação de lançamentos por categorias, subcategorias e tags;

 

- Painel de divisão "Principais Despesas" com percentual de gastos por categoria.

 

Utilize a planilha de fluxo de caixa em seu restaurante

 

 

3. Sistema de fluxo de caixa financeiro

Sem dúvidas, poder contar com um sistema no seu empreendimento faz toda a diferença no trabalho diário.

 

Uma parte do controle financeiro é muito mais simples e assertiva, mas também tem uma capacidade de oferecer soluções para diversas questões dentro do negócio.

 

Um exemplo é o sistema da Saipos , um dos mais completos do mercado atualmente. 

 

Com foco em bares, restaurantes, pizzarias e entrega, esse software ainda oferece uma ampla gama de possibilidades de integração com aplicativos de entrega.

 

Veja algumas das funcionalidades:

 

Sistema Saipos

Com o Sistema Saipos, é possível fazer o controle do fluxo de caixa financeiro, considerando a redução e o ganho no período.

 

E além disso, há muitos outros benefícios:

 

- Sistema de entrega, que permite controlar uma operação total na modalidade;

 

- Impressão de comandos em mais de uma impressora ao mesmo tempo;

 

- Relatórios completos informações de vendas, formas de pagamento, ticket médio, taxas de entrega, produtos mais vendidos;

 

- Módulos de venda personalizáveis ​​para mesa, senha, balcão e entrega;

 

- Integração com as principais plataformas de entrega de comida;

 

- Gestão de motoboys;

 

- Gestão de garçons;

 

- Controle de estoque;

 

- Controle e manutenção de cartão;

 

- Gestão de clientes.

 

Viu quantos benefícios para o seu negócio? Para saber mais, clique no banner e agende uma demonstração grátis! 

 

Assista a demonstração do Sistema Saipos

 

 

4. O que é um fluxo de caixa financeiro de entradas e transferências?

Uma análise de entrada e transferência , também conhecida como plano de contas , se refere aos primeiros dados que precisam ser transportados.

 

Podem parecer simples, mas são fundamentais para o futuro. Você pode puxar os dados mais complexos e sofisticados sobre suas finanças.

 

Por isso, não deixe de analisar as entradas e as referências a:

 

- Despesas com impostos;

 

- Despesas com operação;

 

- Despesas com produtos;

 

- Despesas com serviços;

 

- Despesas com recursos pessoais;

 

- Despesas de propaganda e divulgação;

 

- Despesas com investimentos.

 

Mas, use o método que você usa, não basta lançar apenas todos os custos de forma ampla.

 

É necessário separar os valores em categoria, isso facilita a análise e até o mesmo lançamento, que fica muito mais organizado.

 

Mas, para definir quais são as categorias, você pode embasar ou qual a melhor opção para encaixar com o seu negócio, personalizar esses itens.

 

No entanto, você pode dividir essas categorias em dois grandes grupos: Saídas de dinheiro e Receitas.

 

Na parte de saída, você pode usar as seguintes categorias:

 

- Investimentos;

 

- Custos fixos;

 

- Despesas.

 

Faça o mesmo modo, como entradas (receitas) também são selecionadas em categorias mais específicas. São elas:

 

- Receitas não operacionais;

 

- Receitas de produtos;

 

- Receitas de serviço.

 

Essas são apenas sugestões. Você pode utilizar mais categorias, com diferentes denominações e objetivos.

 

E para saber tudo sobre Fluxo de Caixa, você pode confeir o material abaixo. Clique no banner e baixe gratuitamente!

 

Baixe o E-book de Fluxo de Caixa e saiba tudo sobre controle financeiro para o seu negócio

 

5. Fluxo de caixa financeiro de Lançamentos

Tendo OS Dados de entrada e SAÍDA registrados, rapidamente Você pode lançar. Para que seus lançamentos sejam claros e úteis, o segredo é não deixar nada passar em branco.

 

Por isso, guarde tudo ou que refira seu dinheiro, e lembre-se: quando ele tem um negócio, cada centavo é importante.

 

O ideal é que esses lançamentos sejam inseridos diariamente , assim como sua plataforma - ou plataforma que utiliza - mantenha sempre o dia.

 

Isso ocorre porque, se você deixar alguns dias passar, em pouco tempo, ocorrerá uma falha no controle do fluxo de caixa financeiro , e sem dúvidas, esse problema é difícil de contornar.

 

 

6. Análise do fluxo de caixa financeiro

Quando o lançamento de entradas e exibição é denso e preciso, é muito fácil analisar os resultados de relatórios.

 

Essa compreensão é fácil, e para executar, você pode fazer um cálculo com o valor das entradas, diminuir ou valor das mudanças e executar o valor inicial.

 

No entanto, quando você usa sistemas ou sistemas para fazer o fluxo de caixa financeiro, eles costumam calcular esse valor de forma automática.

 

Isso ajuda muito, já que evita erros de serem cometidos.

 

Fazer os lançamentos corretos, por mais básicos que os dados pareçam, é o que possibilita análises mais complexas, como comparações mês a mês. 

 

Esse modo também é possível se preparar para o que ocorrer durante o período a seguir, já que o controle de promoção de promoção para o próximo mês.

 

O que analisar em um fluxo de caixa financeiro?

Depois que os dados coletados já representam uma base mais sólida, com maior número de números, é possível analisar os pontos indicados. Veja quais são eles:

 

1. Análise financeira por mês - Aqui é possível análise de dados relacionados a entradas, vendas e saldos positivos ou negativos mês a mês, ou por ano.

 

2. Receitas - para que você entenda quais são as entradas mais importantes e as menos importantes.

 

3. Despesas - Analisando as suas despesas, is possible to dispended andpensing if using lucrative and Economy.

 

4. Contas a pagar / Contas a receber - Esse é o tipo de dado macro mais importante, é a partir dele que define todos os outros.

 

5. Saldo Acumulado - Servir para que você consiga enxergar onde existe dinheiro “parado”. Um exemplo é nas aplicações em bancos, investimentos e cofres.

 

Tenho o máximo controle financeiro com a planilha de fluxo de caixa da Saipos

 

7. Tipos de fluxo de caixa financeiro

Existem diferentes tipos de fluxo de caixa, cada um com um propósito diferente. Por isso, é importante conhecer o que eles podem trazer como vantagem para o seu empreendimento.

 

Por isso, agora fale um pouco sobre essas mudanças. Continue lendo e entendendo o tipo de cálculo para cada fluxo!

 

Fluxo de caixa operacional

Este tipo de fluxo é chamado de operacional, porque leva apenas os dados que são fundamentais para uma operação, como:

 

- Vendas; 

 

- Pagamentos de funcionários;

 

- Manutenção de estoque;

 

- Impostos.

 

Para calcular, é preciso usar o mesmo período para um soma de receitas e gastos. Em seguida, basta subtrair o valor recuperado da receita ou o valor impacto pelas despesas:

 

LAJIR (lucro antes de juros e impostos) + Desvalorização - Impostos LAJIR

 

Fluxo de caixa direta

Um recurso mais específico do fluxo de caixa direto é o uso de entradas e como entradas de cálculo.

 

Através dele, é possível realizar o controle do fluxo de caixa financeiro diário, mensalmente ou até por ano.

 

Permitido, o fluxo de caixa direto é composto por:

 

- Saldo inicial de caixa;

 

- Recebimentos;

 

- Pagamentos;

 

- Saldo operacional de caixa;

 

- Saldo final de caixa.

 

Fluxo de caixa indireto

O fluxo de caixa indireto tem mais de uma parte da contabilidade da empresa

 

Com ele, você pode analisar as mudanças financeiras da empresa por período, fazendo comparações.

 

Para usar esse tipo de fluxo de caixa, é preciso ter um balanço patrimonial da empresa no início e no final do período que deseja analisar. 

 

Basicamente, todos os resultados do fluxo de caixa indireto, apenas são usados ​​usando o DRE (Demonstrativo de Resultados do Exercício) e o BP (Balanço Patrimonial). 

 

Fluxo de caixa projetada

Como o nome já diz, o fluxo de caixa projetado representa uma projeção de entradas e transferências. 

 

Usando esse tipo de controle, é possível visualizar algum problema financeiro que está ocorrendo meses à frente, e nesse caso, solução antes de agrave.

 

No início, projeto ou caixa por 30 dias já é suficiente. No entanto, com o passar do tempo e o ganho da prática nessa questão, esse prazo pode ser reduzido.

 

Baixe as planilhas para fluxo de caixa da Saipos

 

8. Por que é importante fazer o fluxo de caixa financeiro?

Você já sabe que o fluxo de caixa financeiro é muito importante para o seu negócio, até o fundamental.

 

Mas existem algumas questões em que ele também contribui muito, e talvez você não tenha se dado conta disso. Veja agora alguns benefícios do fluxo de caixa financeiro!

 

1. Fazer conciliação com os bancos

Se você pensa que o fluxo de caixa é apenas uma forma de controlar as finanças, saiba que ele é muito mais do que isso.

 

Um fluxo completo e bem-feito pode ser considerado como um registro bancário, já que com os dados recebidos, você pode realizar uma conferência com o banco.

 

Esta é uma forma de fazer uma prova real de gastos e ganhar, uma conferência que dá muito certo.

 

2. Controle de vendas de cartão de crédito

Hoje em dia, aceita cartão de crédito é fundamental para qualquer negócio, mas muitos se atrapalham com dados de recebimento.

 

Tendo um fluxo de caixa financeiro bem elaborado, é possível ficar sempre dentro dos dados de recebimento.

 

Assim, mesmo que o pagamento seja parcelado, é possível manter organizado com orçamento, já que o fluxo pode ser aplicado como entradas futuras.

 

3. Gerenciar clientes e fornecedores

Com o fluxo de caixa unificado ao controle de vendas, é possível analisar dados relacionados aos clientes e fornecedores.

 

Por exemplo, você pode levantar dados com respeito ao volume de entradas e registradores cada, e assim, verificar se os produtos do fornecedor recomendado, vendem mais.

 

Desse modo, será possível destinar como compras ou seu estabelecimento para o vendedor que der o maior resultado de lucratividade.

 

Baixe as planilhas de fluxo de caixa da Saipos

 

9. Capital de giro, por que é importante para o fluxo de caixa financeiro?

O capital de giro tem tudo a ver com o seu fluxo de caixa. É com uma reserva que você consegue colocar em prática os investimentos que parecem lucrativos e ultrapassar a última hora.

 

Além disso, ele permite recursos de financiamento para clientes nas vendas a prazo, permite deixar estoque sempre no dia, pedido seguro ou pagamento de fornecedores.

 

 

Mas como calcular o capital de giro ideal para sua empresa?

O capital de giro nada mais faz diferença entre os valores disponíveis na caixa e o valor das despesas e contas a pagar.

 

Para fazer este cálculo é bem simples: 

 

1 ° - O primeiro passo é definir o valor de todas as contas a receber;

 

2 ° - Depois, somar todo o valor que existe em estoque;

 

3 ° - Agora, algum valor das contas é cobrado com o valor de estoque existente;

 

4 ° - Utilizar o resultado e subtrair o valor das contas a pagar;

 

5 ° - Alguns resultados resultam em valores pagos e gastos.

 

Valor de todas as contas a receber + valor em estoque

 - contas a pagar + dívidas e despesas


Resultado =
Valor ideal de capital de giro