Fluxo de caixa: o que é?

William Martins - Jornalista e Analista de Marketing e SEO da Saipos
Escrito porWilliam Martins

Jornalista e Analista de Marketing e SEO da Saipos

Fluxo de caixa: o que é e como usar no meu restaurante?

O fluxo de caixa o que é uma ferramenta usada para fazer o controle financeiro do seu negócio. Ele permite visualizar todas as entradas e pagamentos de um estabelecimento. Dessa forma, você consegue saber onde está gastando.

Além disso, é possível acompanhar as receitas, permitindo que a entrada melhore o faturamento e monte as estratégias para os próximos meses.

Fazer e acompanhar o controle de caixa são tarefas básicas em qualquer tipo de empreendimento. Além disso, ajuda a evitar endividamentos, gastos desnecessários e, até mesmo, uma falha. 

Fluxo de caixa: conceito de uso 

O fluxo de caixa tem um funcionamento básico, se você estiver com as informações certas para controlá-lo.

Isso quer dizer que, para usar corretamente, é necessário manter nenhum movimento de sua loja, empresa, restaurante e outros investimentos.

Esse é o conceito de fluxo de caixa: controle de entrada e saída. Mas, como fazer isso? Ficando de olho em três fatores:

  • Recebimentos;
  • Pagamentos; 
  • Previstos.

Os recebimentos se tratam de vendas à vista, duplicatas e afins. Os pagamentos são todos os seus custos com o negócio e para ele. E os previstos são os pagamentos e recebimentos conhecidos ou esperados dentro dos requisitos do estabelecimento. 

Quando você começa a implementar o fluxo de caixa, é normal que surjam algumas dificuldades. 

Se isso acontecer, use os itens citados acima. Além disso, é sempre interessante reunir informações em um fluxo de caixa Excel.

Seja o fluxo de caixa diário ou mensal, é extremamente importante usar esse recurso. Escolha o que melhor se encaixa com sua necessidade e baixe agora mesmo

Como ter um fluxo de caixa eficaz?

Anotando as tarefas financeiras de sua empresa, loja, restaurante ou seu tipo de negócio. Para ter um fluxo de caixa eficaz, o segredo é manter a organização. Essa é a chave para um empreendimento saudável. 

Mas, além de um bom controle, você pode se atentar a outros fatores. Confira: 

  • Registre valores, prazos (à vista ou a prazo) e formas de pagamento (dinheiro, cartão, cheque, PIX, etc.);
  • Faça uma reserva para situações de emergência ou, até mesmo, casos de clientes inadimplentes;
  • Mantenha os dados sempre disponíveis;
  • Analise periodicamente tudo o que foi registrado;
  • Organize sua rotina diária: registre todas as economias financeiras, desde um café simples até um lanche no final do dia;
  • Utilize um software de gerenciamento para fluxo de caixa.

A Saipos está preparada para ajudar você com materiais completos sobre fluxo de caixa, matemática financeira e toda a parte de controle.

Além disso, somos um sistema de gerenciamento que oferece isso de forma simples, ágil e inteligente. 

Fluxo de caixa: o que significa?

Muita gente ainda faz perguntas sobre o fluxo de caixa e o que significa. Quando se trata de finanças, é necessário ter um controle muito rigoroso.

Contudo, o significado desse termo é muito fácil de entender, já que é uma ferramenta de controle financeiro de tudo o que entra e sai no seu negócio. Ou seja, sempre que você fizer uma venda ou compra de alguma coisa, deve registrar essa informação. 

Lembre-se de anotar os detalhes sobre essa movimentação, como: para onde foi o dinheiro, o que foi vendido e, claro, qual é o valor da entrada ou saída.   

O fluxo de caixa se trata da acumulação de ativos armazenados em um período determinado, normalmente diário ou mensal. 

Para que tudo fique organizado, é indicado que você monte uma planilha de fluxo de caixaIsso ajuda tanto na prática, quanto na visão sobre a situação financeira do seu negócio. 

O fluxo de caixa vai ajudar meu negócio? 

Sim! Agora que você sabe o que é o fluxo de caixa sabe que é uma grande ajuda para o seu negócio. 

Quando você conhece uma ferramenta como essa e sabe como implementar, cria automaticamente processos para o avanço do seu investimento

Além disso, esse recurso ainda ajudará a expandir como vendas e ajudar a controlar o estoque. Mas os benefícios não acabam por aqui. 

Confira agora 8 vantagens de usar essa ferramenta na sua gestão financeira: 

  1. Monitoramento da folha de pagamento;
  2. Precisão de todos os registros e entradas;
  3. Controle efetivo das despesas; 
  4. Agilidade de contabilidade e processos financeiros;
  5. Alinhamento de todos os pagamentos e processos; 
  6. Controle de estoque mais eficaz;
  7. Maior visão de investimento;
  8. Identificação da situação financeira. 

Demonstração de Fluxo de Caixa

Agora que a questão sobre fluxo de caixa foi entendida, está na hora de entender outro processo: uma demonstração do fluxo de caixa (DFC). 

O DFC é usado para relacionar todas as alterações feitas pela empresa em determinado período. O objetivo é ajudar na organização das informações e identificar a origem de todos os recursos no empreendimento. 

Essa ferramenta será responsável por indicar quais são as contas e aplicações de liquidez que devem ser feitas. A partir da demonstração do fluxo de caixa, é possível analisar a situação atual do seu negócio e a capacidade de gerar caixa.

Qual o tipo de fluxo de caixa devo usar? 

O tipo de fluxo de caixa que você deve usar depende muito da sua necessidade. Entender isso é o primeiro passo para começar. 

Analise bem o que está precisando, ou o que deseja controlar e organizar. Com isso em mente, vá em busca de conhecer as opções dessa ferramenta

Para ajudar você a escolher, confira abaixo uma lista com os principais tipos de fluxo de caixa e sua área de colaboração: 

  • Fluxo de caixa operacional: serve para demonstrar os resultados de uma empresa num período de tempo determinado.
  • Fluxo de caixa direto: cataloga todos os valores que entram e saem, mas não conta descontos. Considera a forma bruta.
  • Fluxo de caixa indireto: analisa os demonstrativos de resultados do exercício - DRE. Não se baseia exclusivamente nos ganhos e perdas, já que considera as variações de mercado.
  • Fluxo de caixa livre: serve para medir a capacidade de crescimento de capital em curto, longo e médio prazo.
  • Fluxo de caixa selecionado: usado para avaliar o capital de uma empresa e usado em processos de compra e venda de empresas.
  • Fluxo de caixa para investimentos: calcula uma linha de investimentos que um estabelecimento ou empresa pode fazer sem que tenha muito risco.
  • Fluxo de caixa projetado: uma tabela que controla as despesas e os ganhos futuros.

Quando usar Fluxo de Caixa?

É importante que você use essa função para a gestão financeira em qualquer negócio - um restaurante, empresa, loja ou afins. Não importa qual seja o setor ou porte do local, todo o tipo de comércio ou empresa deve ter um controle de fluxo de caixa coerente.  

Por isso, é necessário que você comece a usar essa ferramenta assim que o seu negócio começar a funcionar. Não deixe isso apenas para quando a sua empresa estiver maior. Comece assim que possível.

Exemplo de fluxo de caixa

Se você ainda está com alguma dúvida para entender como fazer o fluxo de caixa, nós separamos alguns exemplos para que o controle do seu caixa seja feito da melhor forma possível.

Mas lembramos que é muito importante que você tenha claro o que é a entrada e a saída da sua empresa, e que tenha essas informações sempre organizadas.

Outro exemplo que trazemos para que você entenda como é esse processo de controle de fluxo de caixa.

Primeiro cenário: sua empresa cria uma semana de promoção, com vários descontos, com o intuito de conquistar mais clientes. Com essa ação, você vendeu 35% a mais do que tinha previsto - obtendo, assim, um faturamento de R$ 90 mil.

Segundo cenário: ao fazer o registro das receitas e das despesas da sua empresa naquele período, você percebeu que essa ação promocional fez seus gastos subirem. Dessa forma, somando todos os valores, obteve um custo total de R$ 88 mil.

Terceiro cenário: infelizmente a ação não superou as suas expectativas. A estratégia promocional que estava prometendo altos lucros, na verdade, quase gerou saldo negativo. Esse é um bom exemplo de que saber como fazer o fluxo de caixa pode ajudar você a ter controle das finanças da sua empresa.

Lembramos também da importância da atualização do seu fluxo de caixa. Manter uma periodicidade é essencial, seja diária, mensal ou semanalNós sugerimos que manter uma atualização diária facilita na organização das informações e na análise dos resultados.

Mas isso fica a critério da sua disponibilidade e organização. O importante é que saiba como fazer o planilha de fluxo de caixa para restaurante.

Qual é o melhor sistema para controle financeiro de um restaurante?

O melhor sistema para cuidar do fluxo de caixa e de qualquer ação que envolva finanças é o da Saipos.

Você terá otimizações em todas as áreas dos processos, independentemente do modelo de atendimento. São mais de 3 mil negócios no segmento de alimentação utilizam o Sistema Saipos

Com ele, você poderá acompanhar o desenvolvimento dos seus resultados de forma significativa. Confira alguns dos benefícios:

  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Possibilidade de vender por meio do Site Delivery, o site próprio com pedido online e sem taxas;
  • Monitor KDS;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons. 

Aperte no banner, assista a uma demonstração e veja por que a Saipos é o melhor sistema para restaurantes do Brasil!