Faturamento do setor de bares e restaurantes: 7 dicas de como evitar quedas!

Como manter o faturamento do setor de bares e restaurantes?

Quando se fala de gestão financeira, uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos empreendedores do ramo gastronômico é manter o faturamento do setor de bares e restaurantes alto.

O faturamento é o somatório do valor de todas as vendas e serviços realizadas pelo seu negócio e é o que garante o lucro de uma empresa.

Em todo estabelecimento vão existir épocas em que esse valor estará em queda, seja por motivos sazonais, por crise econômica ou por erro de gestão. Este último, inclusive, é um dos principais motivos de baixa

Portanto, é essencial que todo gestor saiba a maneira correta de manter o faturamento alto. Dessa maneira, quando datas especiais ou possíveis  crises chegarem, o problema não será tão grande.

Pensando nisso, a Saipos preparou esse artigo com 7 dicas de como evitar a queda do faturamento do setor de bares e restaurantes. Confira estas abaixo:

  1. Acompanhe os indicadores e relatório financeiros;
  2. Saiba planejar e fazer alterações;
  3. Busque atrair novos clientes para o estabelecimento;
  4. Garanta um serviço de qualidade;
  5. Busque aumentar o ticket médio do seu negócio;
  6. Saiba precificar os seus pratos;
  7. Invista em um sistema de gestão.

No entanto, antes de começarmos com o conteúdo, leia o nosso ebook “Restaurante em crise”, para entender como lidar com momentos delicados financeiramente. É gratuito!

Para baixá-lo, basta apertar no banner abaixo!

7 dicas de como manter o faturamento do setor de bares e restaurantes alto

Um faturamento baixo certamente é motivo para preocupação. No entanto, é possível evitar que isso aconteça com seu bar ou restaurante seguindo algumas dicas. Pode não parecer fácil, mas se tudo for feito da maneira correta, o sucesso é quase garantido.

1. Acompanhe os indicadores de desempenho do seu negócio

A melhor maneira de evitar a queda do faturamento do setor de bares e restaurantes é saber como e quando ela pode acontecer. Isso é possível ao analisar os indicadores de desempenho para restaurantes corretos. 

Existem diversos tipos de indicadores e relatórios que possibilitam ao gestor entender como o estabelecimento está funcionando. A partir deles, é possível perceber onde estão os erros e os acertos da gestão financeira do restaurante

Isso permite que estratégias e planos de ação sejam traçados para resolver esses problemas financeiros e evitar que isso afete o faturamento, mantendo-o em um nível próximo ao ideal.

Vale destacar que é possível combinar os dados de dois relatórios diferentes, para entender melhor a situação. 

Separamos, na tabela abaixo, alguns exemplos de indicadores importantes para o faturamento e qual a sua função. Confira:

Tipo de indicador

Função

Como afeta o faturamento?

Ticket médio

Indica o valor médio gasto por cliente no seu restaurante. 

Indica se o gasto está sendo alto ou baixo, aumentando ou diminuindo o faturamento.

Giro de estoque

Indica se algum produto está ficando muito tempo parado no seu estoque. 

Produto parado não vende. Se não vende, não gera faturamento. 

Custo de Mercadoria Vendida (CMV)

O CMV indica quanto você gasta por mercadoria vendida. 

Ajuda a ter noção de qual o faturamento mínimo necessário para não ficar no prejuízo. 

Satisfação dos clientes

Serve para que os clientes indiquem o que está bom e o que deve melhorar no seu restaurante.

A partir dos apontamentos, é possível realizar mudanças que vão agradar os consumidores. Dessa forma, as chances de compra aumentam, o que pode aumentar também o faturamento. 

2. Saiba planejar e fazer alterações

Nossa segunda dica tem relação com a primeira e consiste em saber planejar e não ter medo de fazer alterações

O planejamento financeiro é essencial para um bom faturamento do setor de bares e restaurantes.  

Essa ferramenta é algo que deve ser feito ao iniciar qualquer negócio, e ser atualizado com o passar do tempo. Essa alteração pode ocorrer em diversos momentos.

Um deles é ao perceber que os dados dos indicadores que trouxemos na primeira dica estão mostrando uma queda no faturamento. Dessa forma, é possível pensar ações e estratégias que mantenham a parte financeira do estabelecimento segura.

A partir disso, deve-se fazer alterações em diversos pontos do restaurante, a fim de garantir o faturamento. Se o giro de estoque estiver baixo, por exemplo, pode ser que os preços dos seus pratos estejam elevados e seja hora de baixá-los.

É necessário também avaliar se todos os pratos no seu cardápio são realmente necessários. Podem existir alguns que não geram lucro por serem pouco vendidos. Nesse caso, uma alternativa é parar de oferecer esse item.

O importante é não ter medo de realizar as alterações. No entanto, vale destacar que não é para sair trocando tudo em qualquer sinal de queda. É necessário que você estude e entenda o que está acontecendo, para poder tomar a decisão correta. 

3. Busque atrair novos clientes para o estabelecimento

A terceira dica para manter o faturamento do setor de bares e restaurantes alto é atrair mais clientes para o estabelecimento.

Afinal, um negócio sem clientes não fatura. Dessa forma, caso você repare uma queda nesse valor, verifique as suas estratégias de marketing.

Pode ser que muitos consumidores potenciais estejam passando batido pelo seu restaurante e isso não é um bom sinal. 

Algumas alternativas podem ser tomadas para evitar isso, como eventos atrativos, promoções ou programas de fidelidade. Dessa forma, os clientes além de retornarem ao seu negócio, podem indicá-lo a outras pessoas. 

4. Garanta um serviço de qualidade

Essa quarta dica também pode ser relacionada com a terceira, uma vez que os clientes podem estar evitando o seu restaurante por não garantir um serviço de qualidade a eles.

Existem diversos fatores que podem afetar a satisfação do cliente, que é extremamente importante para o faturamento do negócio. Afinal, os pratos oferecidos podem ser deliciosos, mas se forem maltratados enquanto estão no local, dificilmente retornarão. 

Dessa forma, abordaremos neste tópico três pontos essenciais para garantir a qualidade geral do restaurante. São eles:

  • Bons fornecedores;
  • Capacitação dos funcionários;
  • Pesquisa de satisfação.

Bons fornecedores

Para poder oferecer pratos gostosos, os ingredientes e itens preparatórios precisam ser de qualidade. Dessa forma, é essencial ter bons fornecedores, para não enfrentar problemas nesse sentido.

Vale destacar que isso não significa que você precisa escolher o fornecedor mais caro. Existem diversos produtos bons por um preço barato, basta procurar. 

Inclusive, o indicado é buscar o que possui o melhor custo-benefício em relação ao planejamento orçamentário do restaurante, para evitar dívidas extraordinárias.  

Capacitação dos funcionários

Outro ponto importante para garantir qualidade no restaurante é a capacitação dos funcionários

Ao realizar esse treinamento, se cria um padrão de trabalho, em que todas as pessoas, inclusive o gestor do negócio, saberão a maneira correta de se portar.

Com isso, o atendimento ao cliente, a preparação dos pratos e até a limpeza do ambiente serão feitas com mais competência, aumentando a satisfação geral do consumidor. 

Pesquisa de satisfação

Falando em satisfação, é muito importante saber o que o cliente acha do seu negócio. 

Portanto, uma excelente maneira de garantir a qualidade é realizar pesquisas de satisfação. Dessa forma, é possível saber onde melhorar, de acordo com a opinião de quem realmente importa. 

Caixinhas de sugestão, pesquisas nas redes sociais e formulários por QR Code no cardápio são boas alternativas para realizar essa avaliação. 

5. Busque aumentar o ticket médio do seu negócio

Nossa quinta dica é buscar aumentar o ticket médio do seu negócio.

O que é Ticket médio?

Ticket médio é a média do valor gasto por cliente no seu restaurante. Para calculá-lo, basta dividir o valor total do faturamento de um período de tempo pelo número de clientes que compraram no estabelecimento neste mesmo intervalo. 

Existem algumas estratégias que podem te ajudar a cumprir esse objetivo, como oferecer combos e promoções do tipo “pague dois, leve três”.

Assim, os clientes acabam gastando mais no seu restaurante, aumentando o valor do ticket médio e consequentemente aumentando o faturamento.

No entanto, é necessário tomar cuidado ao calcular os valores dos combos e das promoções, para evitar sair no prejuízo e manter um bom faturamento do setor de bares e restaurantes

6. Saiba precificar os seus pratos

Nossa sexta dica é saber precificar os pratos do seu restaurante.

Um prato com preço alto pode afetar tanto o negócio quanto um prato com preço baixo e isso é algo que interfere diretamente no faturamento.

Preço alto

Ao oferecer um produto com um valor elevado, suas chances de ser vendido diminuem. Afinal, não são todos os clientes que estarão dispostos a pagar alto por uma refeição. 

Isso não quer dizer que todos os pratos devem possuir o mesmo valor, pelo contrário. Na verdade, cada prato deve possuir um equilíbrio entre preço gasto para a produção e lucro para o restaurante.

Preço baixo

Falando agora de produtos com valores inferiores ao ideal, estes certamente venderão bastante.

No entanto, será que essas vendas serão suficientes para gerar lucro? Caso o preço esteja abaixo ou perto do valor de produção, as chances de o estabelecimento sair no prejuízo são grandes. Isso também diminuiria o faturamento.

Para evitar que os seus pratos estejam com os preços errados, acesse a nossa planilha de Cálculo do Preço dos Pratos! É gratuita e para acessá-la, basta apertar no banner abaixo!

BAIXE PLANILHA PARA CALCULAR PREÇO DOS PRATOS
BAIXE PLANILHA PARA CALCULAR PREÇO DOS PRATOS
Organize e calcule o custo de todos os pratos do seu restaurante com a nossa planilha gratuita.
BAIXAR AGORA

7. Invista em um sistema de gestão

Nossa sétima e última dica é investir em um sistema de gestão

Com um software de gestão de qualidade, todos os relatórios necessários para poder garantir o faturamento do setor de bares e restaurantes são produzidos de forma automatizada.

Com isso, os resultados serão precisos, com chances reduzidas de erro humano. Dessa forma, todo o processo de controle financeiro do restaurante será facilitado. 

Automatize o seu restaurante com o sistema de gestão da Saipos

Como destacado durante o artigo, um sistema de gestão de qualidade é essencial para manter a saúde financeira do restaurante em ordem.

E o melhor software de gestão disponível no mercado é o da Saipos. Nosso sistema cuida não só da área financeira, mas também de vários outros setores administrativos do seu restaurante.

Com isso, a gestão é otimizada, agilizada e eficiente, diminuindo as chances de erro e dando uma segurança maior ao gestor do negócio. Confira algumas funcionalidade que nosso software oferece:

  • Controle de estoque para lançar, em tempo real, tudo o que saiu e o que entrou;
  • Possibilidade de vender por meio do Site Delivery, o site próprio com pedido online e sem taxas;
  • Monitor KDS;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes por meio de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado.

Para acessá-lo, basta clicar no botão abaixo!

Sistema para Restaurante Saipos
Sistema para Restaurante Saipos
Faça gestão de todos os setores do seu restaurante com apenas um clique. Não perca tempo, nem dinheiro.
QUERO SABER MAIS
Daniel Pires Junqueira  - Redator SEO do time de conteúdo da Saipos
Escrito porDaniel Pires Junqueira

Redator SEO do time de conteúdo da Saipos

Baixe a planilha Fluxo de Caixa gratuitamente