Alimentos organicos: vale a pena usá-los?

Por que investir em alimentos organicos em restaurante?

Investir em alimentos organicos em seu restaurante pode dar muito certo! Isso porque a busca por uma alimentação saudável cresceu nos últimos tempos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação de Promoção dos Orgânicos  (Organis), 31% dos consumidores estão optando por alimentos naturais e livres de agrotóxicos.

Um aumento considerável desde 2020 no Brasil. O que leva a entender que essa tendência vai continuar avançando no mercado gastronômico.

Ou seja, ao oferecer uma alimentação organica em seu estabelecimento,você pode alavancar o seu negócio!

Mesmo que não seja fácil administrar produtos naturais, as vantagens de inseri-los no cardápio podem valer muito a pena!

Por aqui, vamos responder todas as suas dúvidas sobre alimentos organicos, e se eles são, ou não, uma boa escolha! Confira o que você verá neste conteúdo:

Antes de continuarmos, que tal conferir nosso material exclusivo?  Clique no banner abaixo e faça download do nosso e-book gratuitoConservação de Alimentos”. Aproveite!

BAIXE O E-BOOK DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
BAIXE O E-BOOK DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
Aprenda a como conservar os alimentos corretamente em seu restaurante e mantenha a qualidade dos seus pratos.
BAIXE AGORA

O que são alimentos organicos?

Antes de saber o quanto é vantajoso, é necessário entender o que são alimentos organicos.

De forma simples, os alimentos organicos são produtos naturais, cultivados sem processos químicos ou agrotóxicos que danificam não só o meio ambiente, como a saúde de quem consome.

Ou seja, não há em sua produção nenhum efeito químico. É produzido de forma natural sem interferências, por isso são chamados de orgânicos.

Dessa forma, a comida orgânica possui muito mais nutrientes e vitaminas, o que a torna saudável e natural.

Para entender melhor, alimentos organicos exemplos: os vegetais, frutas e alimentos da terra, não são cultivados com fertilizantes sintéticos ou defensivos agrícolas químicos. 

Há um cuidado maior com o solo!

Já com os animais, a criação é feita em pastos livres, sem hormônios e esteróides que prejudicam a saúde.

Assim, ao investir em alimentação orgânica, você também pode ter um restaurante sustentável, não só pela saúde, como também pelo meio ambiente.

IMPORTANTE

Você sabe como identificar um alimento orgânico no mercado? É fácil, quando os alimentos naturais e sem agrotóxicos, como legumes, verduras e frutas, são legalizados,  possuem um selo do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg).

Qual a diferença do alimento orgânico e não orgânico?

A maneira mais eficaz em diferenciar um alimento orgânico de um alimento não orgânico, tirando o selo da SisOrg, é a sua distribuição e produção.

Esses alimentos, em sua maioria, são encontrados em feiras, com agricultores familiares ou fornecedores locais.

Muitos deles costumam ser, além de mais sustentáveis, mais baratos! O ideal é fazer negócio com um fornecedor certificado pelo Ministério da Agricultura, para garantir a qualidade.

É o que costumam fazer restaurantes veganos e sustentáveis! Afinal, é importante certificar que o alimento não tenha agrotóxicos ou químicos prejudiciais à natureza e à saúde.

Trouxemos as principais diferenças entre alimentos orgânicos e não orgânicos, confira na tabela abaixo: 

Diferenças

Orgânicos 

Não orgânicos

Segurança alimentar

São seguros por serem livres de agrotóxicos ou substâncias químicas prejudiciais à saúde do consumidor.

O não orgânico é possível que tenha algum produto químico em sua produção. Mesmo que pouco, não é 100% seguro. 

Qualidade

Os alimentos organicos são ricos em nutrientes naturais.

Os não orgânicos podem ser nutrientes, porém, com uma diferença de qualidade.

Preservação do meio ambiente

Alimentos naturais não poluem. Na verdade, só fortalece a terra 

Não orgânicos utilizam agrotóxicos que contribuem para a poluição do solo, água e ar.

O preço

Orgânicos não são encontrados com facilidade, por isso seus preços são mais caros.

Não orgânicos são baratos e mais acessíveis para todos.

Se quiser saber mais como escolher o alimento certo para o seu menu, leia nosso e-book grátis “Como montar um cardápio”. É só apertar no banner abaixo! Não perca!

Vantagens e desvantagens dos alimentos organicos

Existem muitos benefícios de investir em alimentos organicos para restaurante. Porém, também há desvantagens que precisam ser consideradas!

Ainda que o Brasil seja um dos maiores produtores de alimentos do mundo, somente agora cresceu o consumo de comida orgânica no país, ou seja, há uma dificuldade ao promover o consumo sustentável.

Pensando nisso, separamos algumas vantagens do alimento orgânico em restaurantes, confira na tabela abaixo:

Vantagens dos alimentos organicos

Ajuda o meio ambiente

O processo de cultivo e produção não agride o solo e o ambiente, ajudando a conservar o meio ambiente!

Fortalece economia local

Negociando com produtores pequenos e locais, fortalecem os pequenos agricultores que podem investir mais em suas fazendas e plantações.

Menor poluição

Sem precisar de fornecedores à distância, não é necessário um caminhão, ou seja, menos poluição no ar. Fora isso, é menor a poluição na água e na terra.

Preserva a biodiversidade

Agrotóxicos muitas vezes  é prejudicial à saúde das plantas e vegetais, evitando um grande crescimento. Alimentos orgânicos não utilizam químicos, ou seja, preservam a biodiversidade de plantas e até animais. 

É bom para saúde

  • Sem químicos e produtos, alimentos orgânicos são bons para a saúde de uma forma mais natural.

Também montamos uma tabela com algumas desvantagens de investir na produção  orgânica de alimentos para restaurantes, veja:

Desvantagens de alimentos organicos

É mais caro

Como é mais difícil de produzir e encontrar, o preço de alimentos organicos são mais caros que os convencionais.

Difícil de armazenar 

Como são naturais, o risco de estragar com facilidade ao não serem armazenados do jeito certo é maior. Por isso, é preciso de cuidado e atenção redobrada para a qualidade se manter.

Um cuidado maior

O cuidado não é só na hora de guardar! Também na hora de montar comidas com alimentos organicos. Isso porque é um desafio inventar pratos que fazem para que utilizem todos os alimentos antes de estragar. 

Encontrar fornecedores de qualidade

Como é difícil de encontrar, achar um fornecedor de qualidade perto e confiável pode ser uma dor de cabeça. 

Como adaptar alimentos organicos no restaurante?

Ter um restaurante orgânico não é tão simples, demanda comprometimento e ajustes, tanto no seu cardápio, como no seu estabelecimento.

Isso porque existem muitas formas de adaptar seu negócio para a comida com produtos naturais. Uma delas é montar uma horta orgânica no próprio restaurante!

Além disso, é preciso se preparar para buscar novos consumidores, aumentar a experiência gastronômica e investir no marketing

Na tabela abaixo listamos passo a passo de como ter um restaurante orgânico de sucesso, confira:

 

1º  Procure investir mais

Para ter sucesso, o ideal é cair de cabeça e se comprometer. Para isso, é preciso entender que deve gastar mais no início e demorar para que cheguem os ganhos. Ou seja, invista nos alimentos organicos de qualidade e certeiros, para os lucros crescerem mais rápido. 

2º Altere alguns preços no cardápio

Produtos naturais costumam ser mais caros, afinal, é de qualidade. Por isso, terá que colocar um preço que nem você e nem o consumidor fique no prejuízo. Procure fazer promoções e combos.

3º Busque opiniões de clientes

Alimentos orgânicos podem ser adaptados para qualquer tipo de prato, não só veganos ou vegetarianos! Assim, avalie seus consumidores e o que gostam de comer, para montar pratos mais saudáveis e acessíveis!

4º Valorize os fornecedores

Ter um bom relacionamento com o fornecedor é mais que essencial. É preciso entender que existem épocas ruins para colheitas e cultivo. Por isso, mantenha uma comunicação e tenha paciência!

5º Use o marketing digital

Use o marketing para divulgar a alimentação natural, saudável e sustentável de seu estabelecimento! Assim você consegue atrair mais público e alcançar mais pessoas.

Como ter um restaurante natural?

Para ter um restaurante natural, seja ele a la carte ou um bistrô, é necessário focar em pesquisas e investir em produtos de qualidade.

Isso porque para ter qualidade, é preciso ter confiança! Ou seja, não é fácil, mas também não é impossível!

E para garantir o sucesso do seu negócio, tenha um sistema de gestão de restaurante.

O Sistema da Saipos atende todas as necessidades de maneira simples, ágil e inteligente!

Além de inúmeros benefícios como integração de Apps delivery e comanda eletrônica

Conheça outras funcionalidades:

  • Controle financeiro com relatórios completos;
  • Controle de estoque com ficha técnica;
  • Integração com os principais apps de delivery;
  • Impressão de comandas e cupons fiscais em mais de uma impressora ao mesmo tempo;
  • Gestão de clientes através de relatórios com dados e preferências da base;
  • PDV personalizado, permitindo que você atualize cardápio e outras informações sempre que necessário;
  • Gestão de pedidos e controle de motoboys;
  • Diferentes módulos, para Delivery, Balcão, Mesas ou Senha;
  • Comanda eletrônica e gestão de garçons.

Ficou interessado em nossos serviços? Para saber mais, clique no banner abaixo e não perca! Aproveite!

Sistema para Restaurante Saipos
Sistema para Restaurante Saipos
Faça gestão de todos os setores do seu restaurante com apenas um clique. Não perca tempo, nem dinheiro.
QUERO SABER MAIS
Karine Nunes - Redatora SEO do time de conteúdo da Saipos
Escrito porKarine Nunes

Redatora SEO do time de conteúdo da Saipos

Saiba como montar um Restaurante Natural!